sicnot

Perfil

Mundo

Sismo de 6,3 entre Espanha e Marrocos com réplicas

Um sismo de magnitude 6,3 atingiu hoje o Mediterrâneo entre Marrocos e Espanha. Nove réplicas, com magnitudes entre 2,9 e 4,6 graus, fizeram-se sentir esta manhã após o sismo registado de madrugada no mar de Alboran, no Mediterrâneo, que causou danos materiais em Melilla (Espanha).

Arquivo

Arquivo

© Issei Kato / Reuters

O movimento sísmico, de magnitude 6,3 segundo Instituto Nacional Geográfico espanhol, foi sentido com maior intensidade em Melilla, mas também em vários outros pontos de Espanha, como na Andaluzia, Ceuta, Múrcia e Madrid.

Após este sismo principal, que levou muitos habitantes de Melilla (cidade espanhola situada no Norte de África) a sair à rua, sucederam-se réplicas, também com o epicentro no mar de Alboran.

A magnitude destas réplicas oscilou entre os 2,9 e 4,6 graus, mas só as de maior magnitude foram sentidas pela população.

O sismo não causou vítimas mas registaram-se alguns danos materiais, principalmente em Melilla, onde algumas fachadas de edifícios ficaram danificadas e se desprenderam elementos ornamentais. Os bombeiros tiveram mesmo de evacuar algumas casas por receio de derrubamentos.

A linha de emergências 112 recebeu mais de 250 chamadas de toda a Andaluzia, denunciando que o sismo foi sentido em toda a região.

  • Costa preparado para falar da renegociação da dívida no plano europeu
    2:24

    País

    O primeiro-ministro não quer quebrar com as regras impostas pela UE e não vai dar o primeiro passo na renegociação da dívida, mas estará na linha da frente quando Bruxelas ceder. Em entrevista à RTP, António Costa garante que o Governo cumpriu tudo aquilo que acordou com o presidente demissionário da Caixa Geral de Depósitos, António Domingues.

  • Nova Deli é "altamente tóxica" para os cidadãos

    Mundo

    Nova Deli foi considerada altamente tóxica para os cidadãos. A capital da Índia é considerada há mais de três anos a cidade mais poluída do mundo, mas só este ano se concluiu que é tão tóxica que é capaz de provocar doenças crónicas a quem lá vive.