sicnot

Perfil

Mundo

Elefante mata turista britânico no sul da Tailândia

Um elefante matou um turista britânico e feriu com gravidade o tratador ao reagir de forma violenta durante um passeio na ilha de Samui, um popular destino turístico do sul da Tailândia.

Arquivo reuters

O incidente ocorreu na tarde de segunda-feira quando o tratador desceu do elefante para tirar uma fotografia da vítima, de 37 anos, que estava em cima do animal com a filha, de 16 anos, explicou um porta-voz da polícia de Samui à agência Efe.

O paquiderme, que segundo testemunhas se mostrou alterado minutos antes, atingiu com a tromba o tratador e enfiou-lhe um dente no peito antes de se desequilibrar e cair no chão com os dois turistas.

De seguida, o elefante precipitou-se sobre o britânico, pisou-o e cravou-lhe um dente, provocando a sua morte imediata. Depois, correu em direção à selva.

O tratador e a menor, que sofreu ferimentos ligeiros na queda, foram hospitalizados.

Segundo a polícia, o animal, de 13 anos, encontrava-se na fase do cio, o que poderá explicar o seu comportamento inusual que, antes do incidente, obrigara já o cuidador a bater-lhe para conseguir que lhe obedecesse.

O incidente ocorreu duas semanas depois de um agricultor ter morrido numa plantação de mandioca no centro do país por ter sido atacado por um elefante selvagem que saiu da selva em busca de comida.

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".