sicnot

Perfil

Mundo

Elefante mata turista britânico no sul da Tailândia

Um elefante matou um turista britânico e feriu com gravidade o tratador ao reagir de forma violenta durante um passeio na ilha de Samui, um popular destino turístico do sul da Tailândia.

Arquivo reuters

O incidente ocorreu na tarde de segunda-feira quando o tratador desceu do elefante para tirar uma fotografia da vítima, de 37 anos, que estava em cima do animal com a filha, de 16 anos, explicou um porta-voz da polícia de Samui à agência Efe.

O paquiderme, que segundo testemunhas se mostrou alterado minutos antes, atingiu com a tromba o tratador e enfiou-lhe um dente no peito antes de se desequilibrar e cair no chão com os dois turistas.

De seguida, o elefante precipitou-se sobre o britânico, pisou-o e cravou-lhe um dente, provocando a sua morte imediata. Depois, correu em direção à selva.

O tratador e a menor, que sofreu ferimentos ligeiros na queda, foram hospitalizados.

Segundo a polícia, o animal, de 13 anos, encontrava-se na fase do cio, o que poderá explicar o seu comportamento inusual que, antes do incidente, obrigara já o cuidador a bater-lhe para conseguir que lhe obedecesse.

O incidente ocorreu duas semanas depois de um agricultor ter morrido numa plantação de mandioca no centro do país por ter sido atacado por um elefante selvagem que saiu da selva em busca de comida.

  • Captura ilegal de cavalos-marinhos na Ria Formosa
    3:02

    País

    Há cada vez menos cavalos marinhos na Ria Formosa. Cientistas da Universidade do Algarve dizem que a maior população desta espécie no mundo, que é a que existe na Ria Formosa, está ameaçada devido à captura ilegal para o mercado asiático. Dizem que, se nada for feito para travar este fenómeno, esta espécie protegida pode desaparecer em poucos anos.