sicnot

Perfil

Mundo

Ministra indiana quer tornar obrigatórios testes pré-natais para detetar sexo do bebé

Uma ministra indiana propôs a introdução de testes pré-natais obrigatórios para determinar o sexo do bebé na tentativa de conter os níveis preocupantes de abortos.

Ministra do Desenvolvimento das Mulheres e da Criança da Índia, Maneka Gandhi

Ministra do Desenvolvimento das Mulheres e da Criança da Índia, Maneka Gandhi

© Adnan Abidi / Reuters


Os testes pré-natais para determinar o sexo do bebé são oficialmente ilegais na Índia, uma política delineada para travar os abortos de fetos do sexo feminino por parte de pais que pretendiam um rapaz.

Contudo, num discurso ao final do dia de segunda-feira, a ministra do Desenvolvimento das Mulheres e da Criança da Índia, Maneka Gandhi, defendeu que seria uma estratégia muito mais eficaz conhecer o sexo do feto no início da gravidez e, em seguida, acompanhar de perto a sua evolução.

"O meu ponto de vista pessoal vai no sentido de uma mudança da atual política. Deve ser obrigatoriamente dito a todas as mulheres grávidas se é menino ou menina", disse Maneka Gandhi.

"Quando uma mulher engravida isso deveria ficar registado de modo a que seria capaz de monitorizar de forma adequada até ao final, se ela deu à luz ou se não e o que aconteceu", realçou.

Os pais e os médicos arriscam uma pena de até cinco anos por perguntarem ou por realizarem testes pré-natais para determinar o sexo do bebé, apesar de essa prática ser generalizada.

O primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, pediu ao país para parar de matar fetos do sexo feminino, advertindo que o desequilíbrio em termos de género terá graves consequências.

Um estudo publicado na revista britânica The Lancet em 2011 descobriu que até 12 milhões de meninas não nasceram nas últimas três décadas na Índia.

A Índia tem 940 mulheres para cada mil homens, segundo os dados dos mais recentes censos, publicados em 2011, mais do que as 933 de 2001, uma tendência que justifica, na opinião de alguns setores, a atual proibição dos testes pré-natais para detetar o sexo do feto.

Lusa

  • Lei existe há quatro anos mas não tem regulamentação
    2:03
  • Denúncia de maus tratos a cães no canil municipal de Elvas
    2:24

    País

    O Grupo de Intervenção e Resgate Animal denunciou nas redes sociais alegados maus tratos a animais no canil municipal de Elvas. As imagens mostram uma cadela com uma corda ao pescoço. A autarquia abriu um inquérito para averiguar o caso, suspendendo também o trabalho dos voluntários no canil.

  • Dois em cada três portugueses vivem vidas sedentárias

    País

    Com menos de hora e meia de exercício semanal, mais de dois terços dos portugueses vivem vidas sedentárias. E a maioria desvaloriza a importância da atividade física, segundo um inquérito divulgado esta quinta-feira pela Fundação Portuguesa de Cardiologia.

  • Ovibeja aposta este ano na internacionalização da agricultura
    2:07

    País

    A Ovibeja começou esta quinta-feira e este ano aposta na internacionalização dos produtos agrícolas do Alentejo. Centenas de expositores esgotam o certame, que é uma monstra da agricultura portuguesa. António Costa, na sexta-feira, e Marcelo Rebelo de Sousa, no sábado, são alguns dos políticos com a presença marcada em Beja.

  • Estados Unidos vão reforçar as sanções à Coreia do Norte
    1:31

    Mundo

    Washington pretende também investir nos esforços diplomáticos para que Pyongyang ponha fim aos programas nucleares e de mísseis. A nova estratégia de Donald Trump foi anunciada quarta-feira à noite. A força aérea norte-americana testou esta quarta-feira um míssil de longo-alcance que percorreu 6800 quilómetros sobre o Pacífico a partir de uma base na Califórnia.

  • Le Pen vai à pesca
    0:35

    Eleições França 2017

    Marine Le Pen, candida à presidência de França fez esta quinta-feira uma "pausa" na campanha eleitoral e aproveitou para ir à pesca. A candidata navegou num barco de pesca no Mediterrâneo.