sicnot

Perfil

Mundo

Ameaça de bomba no aeroporto de Madrid foi falso alarme

O Ministério do Interior espanhol confirmou que a ameaça de bomba no interior de um avião da companhia Saudi Airlines, que obrigou esta quinta-feira a decretar um "alerta geral" no aeroporto internacional de Madrid-Barajas, foi um falso alarme.

O alerta foi acionado quando foi encontrado um papel com uma mensagem escrita na sala de oração no interior do aparelho da Saudi Airlines.

O alerta foi acionado quando foi encontrado um papel com uma mensagem escrita na sala de oração no interior do aparelho da Saudi Airlines.

© Andrea Comas / Reuters

O alerta foi acionado quando foi encontrado um papel com uma mensagem escrita na sala de oração no interior do aparelho da Saudi Airlines, segundo fontes da investigação, citadas pela agência noticiosa espanhola EFE.

O voo com destino a Riade estava previsto descolar às 10:30 hora local e no papel encontrado podia ler-se a frase "11:30 bomba".

Fontes da Guarda Civil espanhola precisaram que o comandante da companhia aérea saudita avisou os serviços de emergência do aeroporto, tendo sido ativado o protocolo habitual para este tipo de incidentes.

Os passageiros foram retirados do local e o avião foi conduzido para uma pista remota do terminal, onde os especialistas da Guarda Civil inspecionaram o aparelho.

Após os trabalhos de inspeção, os agentes não encontraram nenhum objeto suspeito no interior do aparelho, indicaram as mesmas fontes, que acrescentaram que a investigação vai prosseguir para esclarecer a identidade do autor da nota escrita com a ameaça de bomba.

Toda a bagagem de mão foi revistada, bem como recolhidas as impressões digitais da tripulação e de todos os passageiros.

A ministra do Fomento espanhola, Ana Pastor, assegurou entretanto que o funcionamento do aeroporto internacional Adolfo Suárez Madrid-Barajas recuperou a "normalidade" depois da desativação do alerta, que inicialmente teve um caráter geral e que posteriormente foi apenas circunscrito ao local.

No voo SVA226 da Saudi Airlines viajavam 97 passageiros e 15 elementos da tripulação.

Lusa

  • Nove dos 50 feridos que continuam hospitalizados estão em estado crítico
    3:46

    Ataque em Barcelona

    Os quatro indivíduos implicados nos atentados de Barcelona e Cambrils prestam hoje declarações ao juiz Fernando Andreu, na Audiência Nacional, em Madrid. O enviado especial da SIC, Emanuel Nunes, dá conta do ambiente que se vive em Barcelona esta manhã e faz uma atualização em relação aos feridos no atentado na capital catalã. Cinquenta pessoas continuam hospitalizadas, 9 em estado considerado crítico e 13 em estado grave.

  • Ilibados trabalhadores castigados por consulta de dados fiscais

    País

    Os funcionários da Autoridade Tributária, que tinham sido castigados por terem consultado dados fiscais, foram absolvidos. O jornal Público avançou hoje que as orientações contra as sanções a aplicar aos funcionários partiram do ex-secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Rocha Andrade.

  • Novas regras para os pagamentos em dinheiro vivo

    Economia

    Os pagamentos em dinheiro acima de 3.000 euros são proibidos a partir de quarta-feira, mas aos não residentes são permitidos pagamentos até 10 mil euros, ou o equivalente em moeda estrangeira, segundo um diploma hoje publicado.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.

  • Repórteres fazem relato impressionante dos acontecimentos em Charlottesville
    3:40