sicnot

Perfil

Mundo

Daesh perdeu milhares de combatentes na Síria e no Iraque, revela Casa Branca

O grupo extremista autodenominado Estado Islâmico perdeu, nos últimos meses, dezenas de milhares de combatentes na Síria e no Iraque, segundo dados dos serviços secretos norte-americanos revelados, esta quinta-feira, pela Casa Branca.

© Kai Pfaffenbach / Reuters

Na sua conferência de imprensa diária, o porta-voz da presidência dos Estados Unidos, Josh Earnest, informou que os serviços de inteligência do país estimam que, atualmente, o Daesh tem entre 19.000 e 25.000 combatentes nesses dois países.

O mais recente relatório dos serviços de informação dos Estados Unidos apontava que existiam entre 20.000 e 31.500 efetivos, pelo que se trata de um declínio significativo, de acordo com os cálculos norte-americanos.

"O facto de o número ser menor do que antes é uma indicação de que temos retirado muitos efetivos do campo de batalha e que temos dificultado (ao Daesh) o reabastecimento das suas fileiras por via das forças estrangeiras", indicou Josh Earnest.

O universo de 25.000 efetivos do Daesh no Iraque e na Síria inclui os combatentes estrangeiros.

  • Dois jovens atropelados mortalmente no concelho de Montemor-o-Velho
    2:20

    País

    Dois jovens com cerca de 20 anos foram ao final da tarde deste sábado atropelados mortalmente na freguesia de Arazede, concelho de Montemor-o-Velho. O repórter da SIC Miguel Ângelo Marques falou com o segundo comandante dos Bombeiros Voluntários de Montemor-o-Velho, Rui Coceiro, que revelou que as vítimas foram declaradas mortas ainda no local.

  • Presidente de "O Sonho" suspeito de peculato e fraude
    2:26

    País

    O presidente das três instituições de solidariedade social de Setúbal - incluindo "O Sonho" -, que na sexta-feira foram alvo de buscas, foi constituído arguido. Florival Cardoso é, por enquanto, o único suspeito de peculato e fraude na obtenção de subsídios para as instituições.

  • Manifestação contra mina de urânio junta milhares em Salamanca
    1:39
  • Assalto a Tancos e roubo de armas da PSP podem estar relacionados
    1:24

    País

    O assalto a Tancos e o roubo de armas da PSP, três recuperadas na semana passada, podem estar relacionados. O semanário Expresso avançou este sábado que há suspeitos de terem participado nos dois assaltos e o grupo, ou parte dele, atua principalmente do Algarve, com possíveis ligações a outras organizações espalhadas pelo país ou até transacionais.

  • Cessar-fogo de 30 dias na Síria
    2:07