sicnot

Perfil

Mundo

Conselho de Segurança da ONU condena lançamento de satélite da Coreia do Norte

Conselho de Segurança da ONU condena lançamento de satélite da Coreia do Norte

O Conselho de Segurança das Nações Unidas condenou a ação de Pyongyang, que considera suspeita. Indiferente à condenação internacional, o regime norte-coreano comemora o lançamento de um satélite.

  • Pyongyang garante que lançou um satélite de observação terrestre
    2:45

    Mundo

    A Coreia do Norte lançou um foguetão de longo alcance mas nega que esteja a fazer testes com mísseis. Pyonyang garante que o foguetão transportava um satélite de observação terrestre que ficou em órbita e que a operação foi um sucesso. A comunidade internacional condena este lançamento e admite que se trata de mais um teste com armamento.

  • ONU condena lançamento de foguetão pela Coreia do Norte
    2:49

    Mundo

    O Conselho de Segurança das Nações Unidas condena, por unanimidade, o lançamento do que a Coreia do Norte diz ser um satélite de observação. Piongyang garante que não se tratam de testes com armas de longo alcance, mas o país continua aparentemente a desenvolver armas atómicas.

  • Satélite norte-coreano passou sobre estádio da Super Bowl

    Mundo

    Uma hora depois do fim da Super Bowl, a final da Liga de futebol americano, um satélite norte-coreano passou por cima do estádio Levi Stadium, em Santa Clara, na Califórnia. A Coreia do Norte anunciou ontem o lançamento de um rocket de longo alcance, que peritos sul-coreanos estimam possa ter um alcance de mais de 10 mil quilómetros, uma distância superior à que separa a península coreana do território continental dos Estados Unidos.

  • Marcelo de volta a casa após diagnóstico de gastroenterite aguda
    3:37
  • "Todas as decisões que tomei foi sempre a pensar no Sporting primeiro"
    2:08
  • Saransk tanto anseia por Ronaldo que até lhe fizeram um vídeo e uma música
    3:07
  • Portugal quer atrair imigrantes
    1:28

    País

    O Governo prepara-se para regularizar a situação de 30 mil imigrantes ilegais que vivem em Portugal. De acordo com a edição deste sábado do semanário Expresso, o Executivo pretende também abrir portas a 75 mil novos imigrantes por ano.