sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos 51 mortos e 78 feridos em ataque na Nigéria

Pelo menos 51 pessoas morreram e outras 78 ficaram feridas num duplo atentado suicida perpetrado num campo de deslocados em Dikwa, no estado de Borno, noroeste da Nigéria, informou a imprensa local.

O ataque ainda não foi reivindicado, mas as suspeitas recaem sobre o grupo extremista Boko Haram, que nos últimos anos provocou a morte a milhares de pessoas.

Segundo a imprensa local, o atentado ocorreu terça-feira de manhã, quando terroristas suicidas se infiltraram no campo numa altura em que as autoridades distribuíam o pequeno-almoço, mas a notícia só foi divulgada hoje devido à má qualidade das telecomunicações na zona.

Apesar de não haverem números oficiais, as pessoas da zona asseguram que 51 corpos foram enterrados numa campa coletiva, a maioria dos quais mulheres e crianças.

O grupo Boko Haram quer instaurar um califado no norte da Nigéria, maioritariamente muçulmano, ao contrário do sul, de maioria cristã.

A violência da insurreição do Boko Haram e da sua repressão pelas Forças Armadas nigerianas já causaram mais de 13 mil mortes desde 2009 e perto de 1,5 milhões de refugiados e deslocados.

Lusa

  • Corpos de portuguesas trasladados segunda-feira 
    1:27
  • Incendiários vão passar o verão com pulseira eletrónica

    País

    Os tribunais vão poder condenar os incendiários a penas de prisão domiciliária, com pulseira eletrónica, durante as épocas de incêndio. A nova lei foi aprovada na semana passada, na Assembleia da República, e aguarda a promulgação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

  • Estado vai tomar posse de terras abandonadas

    País

    O Governo vai recorrer ao Código Civil para permitir que o Estado tome posse de terras ao abandono. À margem da entrevista ao Expresso, o primeiro-ministro anunciou que o Governo irá acionar o artigo 1345º do Código Civil, que estabelece que as coisas imóveis sem dono conhecido se consideram do património do Estado.

  • "Trump, deixe-me ajudá-lo a escrever o discurso"
    0:47

    Mundo

    Arnold Schwarzenegger diz que Donald Trump tem o dever moral de se opor ao ódio e ao racismo. Num vídeo publicado nas redes sociais, o ator norte-americano e antigo governador da Califórnia encenou o discurso que Donald Trump devia ter. 

  • Hino da SIC tocado pela viola beiroa
    2:22