sicnot

Perfil

Mundo

Cessar-fogo na Síria começará dentro de uma semana

Os principais atores do conflito sírio chegaram a acordo, na noite de quinta para sexta-feira, para uma "cessação as hostilidades" na Síria, dentro de uma semana, e um acesso intensificado dos civis à ajuda humanitária.

Cidade de Aleppo, Síria

Cidade de Aleppo, Síria

© Abdalrhman Ismail / Reuters

"Acordámos uma cessação das hostilidades em todo o país no prazo de uma semana", disse o secretário de Estado norte-americano, John Kerry, durante uma conferência de imprensa, depois de uma reunião que durou mais de cinco horas, em Munique.

O acesso à ajuda humanitária vai ser alargado a uma série de cidades.

Os EUA e a Federação Russa vão controlar as "modalidades" de concretização desta cessação das hostilidades, acrescentou o ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Serguei Lavrov.

Esta paragem das hostilidades envolve todos os grupos beligerantes, exceto "os grupos terroristas Daesh (acrónimo árabe para designar o grupo que se intitula como Estado Islâmico) e Al-Nosra (Al-Qaida)", especificou Kerry.

"Também decidimos acelerar e alargar o fornecimento de ajuda humanitária desde agora" a uma série de cidades cercadas, acrescentou o norte-americano, mencionando, entre outras, Deir Ezzor, no leste sírio, onde as forças lealistas estão cercadas pelo Daesh.

Um grupo de trabalho dirigido pela Organização da Nações Unidas vai reunir-se hoje em Genebra, para realizar a vertente humanitária, do que prestará contas semanalmente, precisou.

As negociações inter-sírias, suspensas no início de fevereiro, devido a uma ofensiva do regime, apoiado pela aviação russa, contra os rebeldes, devem entretanto "recomeçar assim que possível", acrescentou Kerry.

Estas negociações devem realizar-se "sem ultimatos nem pré-condições", sublinhou Lavrov.

Lusa

  • "Almaraz: Uma bomba-relógio aqui ao lado"
    1:56
  • 105 detidos pela PSP e GNR nas últimas 24 horas

    País

    Só a GNR deteve 64 pessoas em flagrante delito, entre a noite de sexta-feira e o início da manhã deste sábado, a maioria das quais (47) por condução sob o efeito do álcool. A PSP de Lisboa efetuou 41 detenções em 24 horas, dez por tráfico de droga.

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.