sicnot

Perfil

Mundo

Mais de 11 mil vítimas civis na guerra do Afeganistão em 2015

Mais de 3.500 civis morreram na guerra no Afeganistão e outros 7.400 ficaram feridos em 2015, ano mais sangrento desde que as Nações Unidas começaram em 2009 a contabilizar os afegãos mortos e feridos no conflito.

JALIL REZAYEE

De acordo com um relatório anual divulgado hoje pela Organização das Nações Unidas (ONU), a guerra provocou no Afeganistão 11.002 vítimas civis no ano passado, entre mortos e feridos, representando um aumento de quatro por cento relativamente ao relatório do ano anterior.

Das mais de 11 mil vítimas civis (das quais 3.545 morreram) o documento indica que uma em cada quatro são crianças.

O relatório, citado pela agência France Presse, refere que o número de crianças afetadas aumentou 14% face a 2014, tendo crescido igualmente o número de mulheres feridas ou mortas.

"O mal infligido aos civis é totalmente inaceitável", comentou o representante especial da ONU no Afeganistão, Nicolas Haysom.

Combates e atentados em zonas povoadas são descritos pelas Nações Unidas como a principal causa das mortes de civis em 2015. O relatório aponta nomeadamente as incursões de talibãs nos centros urbanos.

Lusa

  • Tudo isto circula na internet. Nada disto é verdade
    3:12
  • Peso dos salários na economia diminuiu
    2:34

    Economia

    Portugal é dos países onde o peso dos salários na economia mais diminuiu. Ou seja, os salários portugueses foram dos mais encolheram com a crise. A conclusão é da Organização Internacional do Trabalho que sublinha as implicações negativas ao nível social e económico.

  • Inaugurado Ikea de Loulé
    3:51

    Economia

    Centenas de pessoas aguardavam à porta do Ikea de Loulé para a inauguração da nova loja no Algarve, uma semana depois do acidente que matou uma trabalhadora. A cerimónia decorreu de forma sóbria, ainda que com alguma pompa e circunstância.

  • Descoberta nova espécie de tiranossauro

    Mundo

    Uma nova espécie de dinossauros predadores, um tiranossauro com uma forma incomum de evolução, foi descoberta por uma equipa internacional de cientistas, segundo um artigo científico hoje publicado pela revista Nature.

  • Juncker reprova com ironia apoio de Trump

    Brexit

    O Presidente da Comissão Europeia disse hoje com ironia que promoverá a independência do Ohio ou de Austin, no Texas, em relação aos Estados Unidos se o presidente Donald Trump continuar a incitar países europeu a seguirem o Brexit.