sicnot

Perfil

Mundo

Mais de 11 mil vítimas civis na guerra do Afeganistão em 2015

Mais de 3.500 civis morreram na guerra no Afeganistão e outros 7.400 ficaram feridos em 2015, ano mais sangrento desde que as Nações Unidas começaram em 2009 a contabilizar os afegãos mortos e feridos no conflito.

JALIL REZAYEE

De acordo com um relatório anual divulgado hoje pela Organização das Nações Unidas (ONU), a guerra provocou no Afeganistão 11.002 vítimas civis no ano passado, entre mortos e feridos, representando um aumento de quatro por cento relativamente ao relatório do ano anterior.

Das mais de 11 mil vítimas civis (das quais 3.545 morreram) o documento indica que uma em cada quatro são crianças.

O relatório, citado pela agência France Presse, refere que o número de crianças afetadas aumentou 14% face a 2014, tendo crescido igualmente o número de mulheres feridas ou mortas.

"O mal infligido aos civis é totalmente inaceitável", comentou o representante especial da ONU no Afeganistão, Nicolas Haysom.

Combates e atentados em zonas povoadas são descritos pelas Nações Unidas como a principal causa das mortes de civis em 2015. O relatório aponta nomeadamente as incursões de talibãs nos centros urbanos.

Lusa

  • Passos elogia escolha de Paulo Macedo mas diz que não é suficiente
    1:47

    Caso CGD

    Pedro Passos Coelho diz que Paulo Macedo é competente para liderar os destinos da Caixa Geral de Depósitos, mas que a nomeação do antigo ministro não é suficiente para passar uma esponja sobre o assunto. Em Viseu, o líder do PSD não quis ainda avançar com um nome para a Câmara de Lisboa, depois de Santana Lopes afastar a hipótese de se candidatar.

  • O impacto e as consequências do referendo em Itália
    1:02
  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.