sicnot

Perfil

Mundo

Primeiro-ministro da Turquia acusa Rússia de agir como "organização terrorista"

O primeiro-ministro da Turquia, Ahmet Davutoglu, acusou hoje a Rússia de agir na Síria como uma "organização terrorista" e ameaçou retaliar de forma "extremamente determinada".

reuters

"Se a Rússia continuar a comportar-se como uma organização terrorista forçando a população civil a fugir, vamos responder de uma forma extremamente determinada", disse Davutoglu numa conferência de imprensa em Kiev.

A Rússia apoia o presidente sírio, Bashar al-Assad, e lançou em setembro uma intensa campanha de bombardeamentos contra o que alega serem alvos "terroristas". A Turquia é partidária do afastamento de Assad e, como outros países, acusa Moscovo de bombardear sobretudo a oposição moderada ao regime sírio.

A campanha aérea russa centrou-se nos últimos dias no apoio à ofensiva das forças de Assad contra a cidade de Alepo (norte), provocando um êxodo importante de refugiados para a fronteira com a Turquia.

Por outro lado, a Turquia lançou vários ataques contra posições dos curdos sírios que considera pretenderem ocupar o território entre Alepo e a fronteira turca.

Em declarações aos jornalistas no avião que o levou para a Ucrânia, Davutoglu insistiu que Ancara não permitirá que as milícias curdas se tornem dominantes na zona nordeste da Síria e, classificando-as como "óbvio instrumento da Rússia" e "peões da política de expansão" russa, acusou Moscovo de as utilizar para "pressionar a Turquia".

  • Costa de Metro de Odivelas para Lisboa para relembrar corrida entre burro e Ferrari
    2:55

    Autárquicas 2017

    António Costa começou hoje o dia de campanha em Odivelas, para uma viagem de Metro até Lisboa, em que recordou a célebre corrida entre um burro e um Ferrari que protagonizou em 1993 quando foi canditado do PS à Câmara de Loures. Foi nesta cidade, onde ontem à noite, que desferiu um violento ataque a Pedro Passos Coelho, acusando-o de transformar o PSD num partido que não é digno de um Estado democrático.

  • O aeroporto de Beja, um "elefante branco" na planície alentejana
    4:33
  • Paciente há 15 anos em estado vegetativo consegue seguir objetos e mexer a cabeça

    Mundo

    Um homem de 35 anos, que ficou em estado vegetativo após um acidente de viação há 15 anos, deu sinais de consciência depois de lhe ter sido aplicada uma nova técnica de estimulação nervosa. Cirurgiões implantaram no paciente um pequeno aparelho que estimula o nervo vago, responsável pela ligação nervosa entre o cérebro e o resto do corpo. A intervenção aconteceu em França e a descoberta foi publicada na revista científica Current Biology.