sicnot

Perfil

Mundo

Ban Ki-moon elogia trabalho de Boutros-Ghali à frente da ONU

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, qualificou hoje o diplomata egípcio Boutros Boutros-Ghali como um "respeitado estadista" que conseguiu liderar as Nações Unidas "num dos períodos mais turbulentos e desafiantes" daquela organização.

Boutros-Ghali, em 1996, quando ainda era secretário-geral da ONU.

Boutros-Ghali, em 1996, quando ainda era secretário-geral da ONU.

© Reuters Photographer / Reuter

Ban Ki-moon leu uma declaração diante dos jornalistas pouco tempo depois de o Conselho de Segurança das Nações Unidas ter anunciado a morte do ex-secretário-geral Boutros Boutros-Ghali, que exerceu o cargo de 1992 a 1996.

O secretário-geral recordou que Boutros Ghali liderou a organização durante um "dramático aumento das operações de paz da ONU".

Foi uma época, segundo destacou Ban Ki-moon, em que "o mundo pedia cada vez mais às Nações Unidas para resolver problemas, numa fase imediatamente após a Guerra Fria".

Na mesma mensagem, o secretário-geral da ONU reconheceu igualmente o valor de Boutros Ghali como um "conhecido académico no Direito Internacional", o que lhe proporcionou uma "experiência formidável" para a direção das Nações Unidas.

"Demonstrou coragem ao levantar questões difíceis para os Estados-membros, e insistiu com razão sobre a independência do seu cargo e da secretária-geral [da ONU]", disse ainda.

"O seu compromisso com as Nações Unidas (...) era inconfundível, e a marca que deixou na organização é indelével", concluiu Ban Ki-moon.

O Conselho de Segurança das Nações Unidas não forneceu detalhes sobre a morte do ex-secretário-geral. O diplomata egípcio, de 93 anos, tinha sido hospitalizado nos últimos dias num hospital no Cairo.

Também a Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO) expressou a sua tristeza pela morte de Boutros Ghali, elogiando a postura de vida do diplomata egípcio ao "promover um ideal de um mundo mais justo, pacífico e equitativo".

"Foi um incansável advogado do diálogo e da cooperação e um defensor dos Direitos Humanos e da diversidade cultural", afirmou a diretora-geral da UNESCO, Irina Bokova.

A representante afirmou ainda que Boutros-Ghali foi um "amigo próximo da UNESCO", que contribuiu ativamente na missão desta agência da ONU.

Lusa

  • Biológicos nas escolas e nos telemóveis

    País

    O Governo vai criar o Dia Nacional da Alimentação Biológica e uma estratégia que passa por distribuir produtos biológicos nas escolas e criar uma aplicação móvel para os portugueses poderem localizar unidades de produção ou comercialização de produtos biológicos, segundo a Estratégia Nacional que será hoje apresentada.

  • Primeiro-ministro holandês liga a Costa para explicar palavras de Dijsselbloem
    2:23

    País

    António Costa pediu que Djisselbloem desaparecesse da Presidência do Eurogrupo. Após esta tomada de posição, o primeiro-ministro holandês ligou para Costa na semana passada a dar explicações. Contudo, o primeiro-ministro português não recua e volta a dizer que Dijsselbloem não tem condições para continuar, na sequência das declarações sobre copos e mulheres. Os eurodeputados do Partido Popular Europeu reforçaram também esta terça-feira o pedido de demissão.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45

    País

    Há um surto de hepatite A em Portugal. Desde janeiro, 105 pessoas foram diagnosticadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, um número superior aos casos contabilizados em todo o país nos últimos 40 anos. O surto terá começado na Holanda e está a atingir quase toda a Europa.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Novo vídeo do Daesh mostra crianças a treinar para matar
    3:35
  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho

  • Trump propõe cortes orçamentais para pagar muro

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos está a propor cortes de milhões de dólares no orçamento para que os contribuintes norte-americanos, e não o México, paguem o muro a construir na fronteira entre os dois países.

  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.