sicnot

Perfil

Mundo

Cameron e Hollande satisfeitos com esboço de acordo para evitar Brexit

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, e o Presidente francês, François Hollande, concordaram que o esboço das propostas de reforma da integração do Reino Unido na União Europeia (UE) dá "uma base firme" para um acordo esta semana.

© Philippe Wojazer / Reuters

A informação foi adiantada por um porta-voz de Cameron.

"Eles concordaram que se estão a fazer bons progressos na renegociação da posição do Reino Unido e que o esboço do texto do Conselho Europeu fornece uma base firme para alcançar um acordo na cimeira desta semana", avançou o porta-voz.

As negociações para a manutenção do Reino Unido na EU intensificaram-se durante o dia de segunda-feira e incluíram uma visita surpresa de Cameron a Paris e um alerta do presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, para o "risco de desmembramento" da UE.

No domingo, o chefe da diplomacia britânica, Philip Hammond, assegurou que as negociações vão continuar até ao último minuto, uma vez que algumas decisões "só podem ser tomadas pelos chefes de Estado e governo junto na mesma sala".

Na noite de segunda-feira, o primeiro-ministro francês, Manuel Valls, renovou os seus alertas contra o risco de uma "deslocação irreversível" da UE, que, considerou, seria o resultado de uma saída do Reino Unido do bloco europeu, possibilidade que no jargão comunitário se designa por 'Brexit'.

Em 02 de fevereiro, Tusk apresentou um pré-acordo para responder às reivindicações britânicas e evitar o 'Brexit', mas, das migrações à economia, passando pela economia, os temas delicados são numerosos.

Lusa

  • Economia portuguesa a crescer
    2:26
  • Os likes dos candidatos às autárquicas no Facebook
    4:00

    Autárquicas 2017

    Se há mais de 5 milhões de portugueses no Facebook, é natural que as autárquicas também passem pela rede social mais usada no país e no mundo. A SIC apresenta-lhe os 10 candidatos cujas páginas têm mais seguidores e, para a comparação ser mais justa, os que têm mais seguidores em Portugal - porque há também quem estranhamente tenha milhares de fãs em países como Egito, Filipinas ou Vietname.

  • Embaixador do Bangladesh pede ajuda aos portugueses no caso dos rohingya

    Mundo

    O embaixador do Bangladesh em Lisboa pediu esta sexta-feira aos portugueses que ajudem a resolver o problema dos rohingya. Desde o final de agosto, mais de 400 mil pessoas desta minoria muçulmana fugiram de Myanmar, a antiga Birmânia. O Bangladesh já tinha acolhido outros 400 mil refugiados e vê-se agora a braços com esta crise migratória. Pede por isso a Portugal que pressione Myanmar para aceitar de volta e em segurança os rohingya.