sicnot

Perfil

Mundo

Taiwan confirma que China instalou mísseis terra-ar em ilha disputada

A China instalou mísseis terra-ar numa ilha do arquipélago Paracel, zona disputada no Mar do Sul da China, confirmaram hoje à agência Efe fontes militares de Taiwan, que afirmaram que existem imagens de satélite que o mostram.

Google Maps

As mesmas fontes, que falaram sob a condição de anonimato, escusaram-se a facultar mais detalhes, mas sublinharam que a atividade da China na zona está a ser seguida com muita atenção.

Horas antes, a cadeia norte-americana Fox News informou que a China dispõe de um sistema de lançamento de mísseis terra-ar numa das ilhas do arquipélago, alegadamente rico em petróleo, cuja soberania é reivindicada por Pequim e Taipé e também por Hanói.

A Fox citou imagens capturadas por satélites do ImageSat International, nas quais se veem duas baterias de oito lançadores de mísseis terra-ar e um sistema de radares na ilha Woody, que faz parte do arquipélago Paracel.

Os mísseis chegaram na semana passada, já que as imagens de satélite mostram que uma praia estava vazia a 3 de fevereiro e que, a partir de dia 14, albergava os referidos dispositivos.

Este destacamento vem acentuar as tensões na região, reavivadas no ano passado quando imagens, também recolhidas por satélite, mostraram que a China avançou com construções de grande envergadura em ilhotes e recifes das ilhas Spratly, até as converter em autênticas ilhas artificiais, incluindo com pistas de aterragem e guarnições militares.

Precisamente hoje reúnem-se em Pequim os ministros dos Negócios Estrangeiros da China, Wang Yi, e da Austrália, Julie Bishop, com a militarização das ilhas Spratly e Paracel a figurar como um dos pontos da agenda de discussão.

Esses dois arquipélagos são disputados por vários países da região.

A soberania de Paracel, controlado pela China, é reivindicada por Taiwan e Vietname; enquanto as ilhas Spratly, mais dispersas, são total ou parcialmente reclamadas pela China, Filipinas, Taiwan, Vietname e Malásia.

Lusa

  • BE acusa direita de bloquear atual comissão à CGD
    1:37

    Caso CGD

    O Bloco de Esquerda acusa a oposição de estar a fazer tudo para impedir as conclusões da comissão de inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos que está em curso. Numa altura em que PSD e CDS já entregaram o requerimento para avançar com uma segunda comissão, Catarina Martins defende que ainda há muita coisa por apurar sobre o processo de recapitalização do banco público.

  • Visita de Costa a Angola pode estar em risco
    2:26

    País

    A visita de António Costa a Luanda poderá estar em risco devido à acusação da justiça portuguesa contra o vice-Presidente de Angola. O jornal Expresso avança que o comunicado com a reação dura do Governo angolano é apenas o primeiro passo e que pode até estar a ser preparado um conjunto de medidas contra Portugal. Para já, o primeiro-ministro português desvaloriza a ameaça e mantém a visita marcada para a primavera.