sicnot

Perfil

Mundo

NASA recebeu mais de 18.300 currículos em processo de recrutamento de astronautas

A NASA recebeu mais de 18.300 currículos em resposta ao apelo para recrutar astronautas, número que representa de longe um recorde de candidatos, anunciou hoje a agência espacial norte-americana.

Patrick Semansky

Este número é quase o triplo de 2012, o mais recente recrutamento e passa largamente o recorde precedente de 8 mil candidaturas apresentadas em 1978.

«Não é surpreendente que tantos norte-americanos, de diferentes formações e experiências, queiram contribuir para preparar a nossa viagem a Marte», afirmou o chefe da NASA, Charlie Bolden, um antigo astronauta.

O período de apresentação de candidaturas abriu a 14 de dezembro e encerrou a 18 de fevereiro.

A NASA vai passar os próximos 18 meses a selecionar oito a catorze pessoas que irão juntar-se ao corpo de astronautas. Os nomes serão anunciados em meados de 2017.

O gabinete de seleção da NASA irá convidar os mais qualificados para entrevistas no Centro Espacial Johnson, em Houston, no estado do Texas, antes de fazer a seleção final dos candidatos. Estes irão iniciar um treino de dois anos, durante o qual irão frequentar um curso de russo para trabalharem com cosmonautas na Estação Espacial Internacional.

Lusa

  • O dia que roubou dezenas de vidas em Pedrógrão Grande
    3:47
  • Morreu Miguel Beleza

    País

    Miguel Beleza, economista e antigo ministro das Finanças, morreu esta quinta-feira de paragem cardio-respiratória aos 67 anos.

  • "Estamos a ficar sem espaço. Está na hora de explorar outros sistemas solares"

    Mundo

    O físico e cientista britânico Stephen Hawking revelou alguns dos seus desejos para um novo plano de expansão espacial. Hawking está em Trondheim, na Noruega, para participar no Starmus Festival que promove a cultura científica. E foi lá que o físico admitiu que a população mundial está a ficar sem espaço na Terra e que "os únicos lugares disponíveis para irmos estão noutros planetas, noutros universos".

    SIC

  • Não posso usar calções... visto saias

    Mundo

    Perante a proibição de usar calções no emprego, um grupo de motoristas franceses adotou uma nova moda para combater o calor. Os trabalhadores decidiram trocar as calças por saias, visto que a peça de roupa é permitida no uniforme da empresa para a qual trabalham.

  • De refugiada a modelo: a história de Mari Malek

    Mundo

    Mari Malek chegou aos Estados Unidos da América quando era ainda uma criança. Chegada do Sudão do Sul, a menina era uma refugiada à procura de um futuro melhor, num país que não era o seu. Agora, anos depois, Mari Malek é modelo, DJ e atriz, e vive em Nova Iorque. Fundou uma organização sediada no país onde nasceu voltada para as crianças que passam por dificuldade, como também ela passou.