sicnot

Perfil

Mundo

Bolivianos dizem não a Evo Morales no referendo sobre recandidatura do Presidente

O Governo da Bolívia afirmou, este domingo, que houve um "empate técnico" no referendo constitucional sobre a recandidatura do Presidente Evo Morales, apontando que os números oficiais podem variar relativamente às projeções, as quais dão vitória ao "não".

Na Bolívia, e de acordo com as projeções, mais de 52 por cento da população votou contra o referendo que o presidente Evo Morales organizou para se poder recandidatar ao quarto mandato.

Na Bolívia, e de acordo com as projeções, mais de 52 por cento da população votou contra o referendo que o presidente Evo Morales organizou para se poder recandidatar ao quarto mandato.

© David Mercado / Reuters

O vice-presidente boliviano, Álvaro García Linera, sustentou numa conferência de imprensa na capital, La Paz, que os resultados preliminares das empresas Ipsos e Mori mostram que o país se encontra "diante de um claríssimo empate técnico eleitoral" que revela que "metade do povo optou para que se alterar a Constituição".

À falta de resultados oficiais, as primeiras projeções realizadas pelas referidas empresas e difundidas pelos meios de comunicação social bolivianos dão ao "não" entre 51 e 52,3% e ao "sim" entre 47,7 e 49%.

Morales, que é já o líder político há mais tempo no poder na Bolívia, organizou um referendo para poder candidatar-se a um quarto mandato presidencial, para se manter no poder até 2025.

Se esta estimativa da Ipsos se confirmar, esta será a primeira derrota política do Presidente boliviano, em funções desde 2006, que previu que venceria com 70% dos votos.

  • O que aprendemos com secas anteriores?
    32:50
  • Como comprar um carro em segunda mão sem ser enganado 
    8:44
  • Primeira casa reconstruída de raiz depois dos incêndios de Pedrógão já foi entregue
    1:49
  • Saiba que efeitos causam os diferentes tipos de bebidas alcoólicas

    Mundo

    As diferentes bebidas alcoólicas alteram e moldam o estado de espírito de formas distintas, concluiu um estudo científico sobre consumo de álcool e emoções. Segundo esta pesquisa, quem ingere bebidas espirituosas pode sentir-se irritado, sexy ou triste, enquanto quem opta pelo vinho tinto ou cerveja terá mais probabilidade de se sentir descontraído.