sicnot

Perfil

Mundo

Espanha e Marrocos detêm quatro jihadistas suspeitos de recrutar para Daesh

Quatro pessoas foram hoje detidas numa operação policial contra o terrorismo jihadista realizada pelas autoridades espanholas e marroquinas, três delas em Ceuta (Espanha) e a quarta em Nador (Marrocos).

Reuters Arquivo

Reuters Arquivo

© Rafael Marchante / Reuters

De acordo com o Ministério do Interior espanhol (Administração Interna), as detenções permitiram a "neutralização de uma célula de captação, doutrinamento e radicalização".

Os três detidos em Ceuta (território espanhol no Norte de África) são de nacionalidade espanhola enquanto o detido em Nador é marroquino. Todos eles se dedicavam a recrutar e enviar combatentes para a organização terrorista Daesh (auto-denominado Estado Islâmico) tanto na Síria como no Iraque.

Segundo as autoridades, também recrutavam elementos dispostos a organizar atentados em Espanha ou em Marrocos.

Com estas três detenções em Ceuta são já nove os detidos em Espanha este ano por alegado vínculo ao terrorismo jihadista.

A 07 de fevereiro, seis pessoas foram detidas nas províncias de Alicante, Valência e Ceuta, alegados membros de uma célula que enviava armas, material militar e dinheiro a organizações terroristas no Iraque e na Síria, como o Jahbat al Nusra e o Estado Islâmico. Faziam-no dissimulando o material em remessas de ajuda humanitária.

Lusa

  • Dirigentes do GD Ribeirão acusados de auxílio à emigração ilegal
    1:34

    Desporto

    Oito dirigentes do Grupo Desportivo de Ribeirão, um clube de Vila Nova de Famalicão que fechou as portas em 2015, foram acusados pelo Ministério Público.Em causa, estão suspeitas de auxílio à emigração ilegal ou falsificação de documentos, relacionadas com transferências de jogadores estrangeiros em situação ilegal.

  • Capacetes Brancos agradecem Óscar para filme sobre a guerra na Síria
    1:34

    Óscares 2017

    O Óscar para melhor documentário curto foi atribuído a um filme sobre a guerra na Síria. "The White Helmets" retrata o trabalho dos Capacetes Brancos, uma equipa de voluntários que ajuda no salvamento e resgate de habitantes sírios atingidos pelo conflito no país. O Fundador dos Capacetes Brancos já veio fazer um agradecimento público pela atribuição deste galardão. Raed Saleh diz que é uma motivação para os voluntários que todos os dias arriscam a vida para salvar outras pessoas.

  • O primeiro eclipse solar do ano
    0:57
  • O Nokia 3310 está de volta
    1:16