sicnot

Perfil

Mundo

Espanha e Marrocos detêm quatro jihadistas suspeitos de recrutar para Daesh

Quatro pessoas foram hoje detidas numa operação policial contra o terrorismo jihadista realizada pelas autoridades espanholas e marroquinas, três delas em Ceuta (Espanha) e a quarta em Nador (Marrocos).

Reuters Arquivo

Reuters Arquivo

© Rafael Marchante / Reuters

De acordo com o Ministério do Interior espanhol (Administração Interna), as detenções permitiram a "neutralização de uma célula de captação, doutrinamento e radicalização".

Os três detidos em Ceuta (território espanhol no Norte de África) são de nacionalidade espanhola enquanto o detido em Nador é marroquino. Todos eles se dedicavam a recrutar e enviar combatentes para a organização terrorista Daesh (auto-denominado Estado Islâmico) tanto na Síria como no Iraque.

Segundo as autoridades, também recrutavam elementos dispostos a organizar atentados em Espanha ou em Marrocos.

Com estas três detenções em Ceuta são já nove os detidos em Espanha este ano por alegado vínculo ao terrorismo jihadista.

A 07 de fevereiro, seis pessoas foram detidas nas províncias de Alicante, Valência e Ceuta, alegados membros de uma célula que enviava armas, material militar e dinheiro a organizações terroristas no Iraque e na Síria, como o Jahbat al Nusra e o Estado Islâmico. Faziam-no dissimulando o material em remessas de ajuda humanitária.

Lusa

  • Souto de Moura feliz com distinção na Bienal de Arquitetura de Veneza
    1:10
  • "Sonho com um futuro melhor", o desejo de um jovem sírio em Portugal
    2:12

    País

    Mais de 50 jovens sírios chegaram esta madrugada a Lisboa, para iniciarem o novo ano letivo, em Portugal. Sonham com um futuro melhor. Sonham com uma educação melhor. Os 54 estudantes vieram ao abrigo do programa lançado pelo antigo Presidente da República, Jorge Sampaio, que nos últimos anos já deu uma nova oportunidade a cerca de 200 alunos. Depois de um curso intensivo de português durante três meses, os jovens vão iniciar o ano letivo em vários pontos do país.