sicnot

Perfil

Mundo

Estados Unidos ainda têm 91 pessoas detidas na prisão de Guantánamo

A prisão militar de Guantánamo, que cristalizou o sentimento antiamericano depois do 11 de setembro e que Barack Obama pretende encerrar desde 2009, ainda tem 91 prisioneiros, cuja transferência levanta questões.

O centro de detenção abriu a 11 de janeiro de 2002 na base naval dos Estados Unidos na baía de Guantánamo na costa sudeste da ilha de Cuba.

O centro de detenção abriu a 11 de janeiro de 2002 na base naval dos Estados Unidos na baía de Guantánamo na costa sudeste da ilha de Cuba.

(Reuters/Arquivo)

O centro de detenção abriu a 11 de janeiro de 2002 na base naval dos Estados Unidos na baia de Guantánamo na costa sudeste da ilha de Cuba.

O enclave com 117 quilómetros quadrados (dos quais apenas 49 quilómetros quadrados são terra) foi transferido de Cuba para os Estados Unidos em 1903.

Os primeiros prisioneiros chegaram à base, situada a 1000 quilómetros de Havana, no rescaldo do 11 de setembro.

Os detidos foram classificados como "combatentes inimigos" pela administração de George W. Bush e privados dos seus direitos fundamentais.

Atualmente, estão 91 pessoas detidas na prisão, que chegou, em 2003, a ter 680 prisioneiros.

Dos 760 prisioneiros que passaram por Guantánamo, 85% já foram transferidos. A administração do Presidente norte-americano, Barack Obama, afirmou que realizou 147 transferências, principalmente para países do Médio Oriente e África.

Nos últimos tempos, os presos foram transferidos a conta-gotas para países terceiros e 35 dos prisioneiros que continuam detidos já viram as suas transferências aprovadas. Outros vão permanecer presos por tempo indefinido, porque são considerados muito perigosos ou aguardam julgamento.

O plano hoje apresentado considera 13 localizações diferentes no território norte-americano para a transferência de prisioneiros de Guantánamo, mas sem recomendar nenhuma em particular.

Entre as 13 localizações estão incluídas prisões já existentes em estados como Colorado ou Carolina do Sul, mas também novas instalações a serem construídas em algumas bases militares norte-americanas.

Desenvolvido durante meses, o plano prevê a transferência entre 30 a 60 presos para o território norte-americano.

O orçamento previsto pela administração norte-americana para este plano oscila entre os 290 milhões (263 milhões de euros) e os 475 milhões de dólares (430 milhões de euros), dependendo do número de prisioneiros transferidos para o território norte-americano e das instalações escolhidas.

Lusa

  • Bruno de Carvalho manda SMS aos jogadores em nome dos jogadores. Confuso?

    Desporto

    De acordo com a imprensa desta manhã, o presidente do Sporting Clube de Portugal terá enviado mensagens escritas aos jogadores com o seguinte texto "Obrigado presidente pelas felicitações. Ainda temos muito para conquistar juntos" e assinou o nome do jogador a quem enviou a mensagem. Uma aparente reação ao facto de nenhum dos jogadores ter respondido aos SMS de Bruno de Carvalho, com incentivos e elogios antes e depois da vitória frente ao Boavista.

  • Marcelo já sabia da substituição do embaixador de Angola
    4:00

    País

    O Presidente da República sabia há bastante tempo da substituição do embaixador de Angola em Lisboa e já tinha aprovado o nome do futuro representante de Luanda. A revelação foi feita, esta terça-feira, por Marcelo Rebelo de Sousa, numa conversa exclusiva com a SIC no Palácio de Belém. O Presidente contou ainda que não vai enviar recados ao Governo nem aos partidos no discurso de 25 abril que vai fazer na Assembleia da República.

    Exclusivo SIC

  • Chegaram os brinquedos de cartão para a consola
    6:24
  • O 10 de julho de 1941 na escrita de João Pinto Coelho
    15:09
  • Governo promete melhorar condições de 26 mil famílias
    1:23

    País

    O ministro do Ambiente explicou esta terça-feira, no Parlamento, as novas medidas para a habitação: reduzir os impostos para arrendamentos longos, melhorar as condições de 26 mil famílias e introduzir o arrendamento vitalício para maiores de 65 anos. Este é um investimento que vai chegar aos 1700 milhões de euros.

  • Pato em excesso de velocidade faz disparar radar numa estrada suíça
    1:31
  • Peixe-galo e batatas rosti, qual o cardápio do encontro entre os líderes das Coreias?

    Mundo

    O menu do encontro entre o líder norte-coreano, Kim Jong-un, e o Presidente sul-coreano, Moon Jae-in, já foi dado a conhecer esta terça-feira. Através do site oficial do Governo, Seul anunciou um cardápio com vários pratos típicos da Península da Coreia, como dumplings ao vapor, arroz cultivado na Coreia, carne grelhada, salada fria com polvo, peixe-galo, batatas rosti e sopa fria.

    SIC

  • O vestido de noiva de Megan Markle
    1:17