sicnot

Perfil

Mundo

Bruxelas apresenta plano para combater tráfico de animais selvagens

A Comissão Europeia apresentou hoje um plano de ação para combater o tráfico de animais selvagens na União Europeia (UE), que visa, por exemplo, suspender a exportação de artigos antigos de marfim.

Suspender a exportação de artigos antigos de marfim é um dos objetivos do plano de ação da Comissão Europeia.

Suspender a exportação de artigos antigos de marfim é um dos objetivos do plano de ação da Comissão Europeia.

© Yves Herman / Reuters

O plano inclui 32 ações a realizar até 2020, centrando-se em prioridades como a prevenção do tráfico e a redução da oferta e da procura de produtos ilegais da fauna e da flora selvagens.

O executivo comunitário quer também combater a criminalidade organizada de "forma mais eficaz através do reforço da cooperação entre os serviços de polícia competentes, designadamente a Europol" e reforçar a cooperação entre os países de origem, de destino e de trânsito, "incluindo um apoio financeiro estratégico da UE".

Segundo as informações divulgadas por Bruxelas, este plano mobiliza instrumentos nas áreas da "diplomacia, de comércio e de cooperação para o desenvolvimento, para lutar contra o que se tornou uma das atividades criminosas mais lucrativas no mundo".

"Cerca de oito a 20 mil milhões de euros passam anualmente pelas mãos de grupos criminosos organizados, o que o coloca ao mesmo nível do tráfico de drogas, de seres humanos e de armas", segundo a Comissão.

A elaboração do plano é da responsabilidade da Alta Representante da União para os Negócios Estrangeiros e a Política de Segurança, Federica Mogherini, e do Comissário responsável pelo Ambiente, Assuntos Marítimos e Pescas, Karmenu Vella.

"Se a situação continuar a este ritmo, uma criança que nasça hoje verá os últimos elefantes e rinocerontes selvagens morrerem antes do seu 25.º aniversário", comentou Vella.

Mais de 20 mil elefantes e mais de 1.200 rinocerontes foram assassinados em 2014, recordou a Comissão.

O plano será apresentado aos Estados-Membros para adoção nas próximas semanas.

Lusa

  • Passos explica porque se irritou com Costa
    0:42

    Economia

    Depois das imagens em que surgiu visivelmente irritado com António Costa, no último debate quinzenal, Passos Coelho veio agora explicar porquê. Na discussão com o primeiro-ministro, o líder do PSD não gostou que Costa tivesse insinuado que a fuga de 10 mil milhões de euros para offshores tenha ocorrido por inação do Governo anterior.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas.

  • Luaty Beirão agredido em manifestação em Luanda
    1:27

    Mundo

    Luanda tem sido palco de várias manifestações contra a forma como está a decorrer o processo eleitoral em Angola. Esta sexta-feira, uma dessas manifestações acabou em confrontos com as autoridades. Entre os manifestantes estava o ativista Luaty Beirão.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.