sicnot

Perfil

Mundo

Morreu o histórico dirigente do MPLA Lúcio Lara

O nacionalista angolano e membro fundador do Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA) Lúcio Lara morreu hoje, em Luanda, vítima de doença prolongada.

Lúcio Lara, filho de pai português e mãe angolana, tinha 86 anos. Natural da província do Huambo, o nacionalista angolano fez os seus estudos em Portugal.

A sua militância no partido maioritário iniciou-se na década de 1950, em Angola e entre angolanos no exílio, tendo sido eleito secretário da organização e dos quadros do partido na primeira conferência nacional do MPLA, em dezembro de 1962. Posteriormente, passou a secretário-geral.

Antes do agravamento do seu estado de saúde e da consequente retirada da vida política, Lúcio Lara era deputado do MPLA à Assembleia Nacional.

  • Prosseguem buscas por condutor da carrinha no ataque em Barcelona
    2:38