sicnot

Perfil

Mundo

Estudante detido na Coreia do Norte pede perdão pelo "pior erro" da sua vida

Estudante detido na Coreia do Norte pede perdão pelo "pior erro" da sua vida

O estudante norte-americano de 21 anos detido há quase dois meses na Coreia do Norte surgiu em público pela primeira vez para admitir o crime e pedir desculpas. O jovem reconheceu ter roubado um slogan político, de uma área reservada a funcionários do hotel onde estava hospedado em Pyongyang.

O estudante foi detido no dia de regresso e acusado de ato hostil contra a República Democrática da Coreia do Norte, com conivência e manipulação dos Estados Unidos.

Agora, quase dois meses depois, o jovem surge numa conferência de imprensa, em que chorou e implorou por perdão pelo "pior erro" da sua vida.

Este reconhecimento público dos crimes é comum na Coreia do Norte, para que a pena seja atenuada.

O estudante disse ainda estar impressionado com a forma como foi tratado e suplicou às autoridades de Pyongyang que o deixem regressar aos Estados Unidos.

  • "O euro como o conhecemos é uma construção imperfeita"
    1:26

    Economia

    O primeiro-ministro diz que o euro como o conhecemos é uma construção imperfeita e que sem regras iguais para todos não é possível a reforma da moeda única. As declarações de António Costa foram feitas esta terça-feira, em Lisboa, numa conferência intitulada de "Consolidar o Euro. Promover a Convergência".

  • "A Miss Helsínquia é a mulher mais feia que já vi num concurso de beleza"

    Mundo

    Sephora Lindsay Ikabala venceu o concurso Miss Helsínquia 2017 e, desde então, tem vindo a ser insultada e criticada nas redes sociais. A nigeriana de 19 anos vive na cidade desde criança. "A Miss Helsínquia é literalmente a mulher mais feia que já vi num concurso de beleza", é apenas um dos muitos comentários que circula nas redes sociais.

  • As propostas Chanel para a próxima estação
    1:34

    Mundo

    Um dos desfiles mais aguardados do mundo da moda aconteceu esta segunda-feira, em Paris, com as propostas da casa Chanel para a próxima estação primavera/verão. No final do desfile, e pela primeira vez em 30 anos, Karl Lagarfeld não deu nenhuma entrevista à comunicação social.