sicnot

Perfil

Mundo

Caracas sem água quatro dias por semana devido a seca causada pelo El Niño

A empresa estatal responsável pelo abastecimento de água na Venezuela, Hidrocapital, anunciou hoje a implementação de um novo "plano especial de abastecimento" que prevê que vários setores da cidade de Caracas estejam sem água até quatro dias por semana.

A medida tem como propósito preservar as reservas de água na Venezuela, afetadas pela intensa seca provocada pelo fenómeno meteorológico El Niño.

O racionamento de água afetará quase 5,1 milhões de habitantes dos cinco municípios (Libertador, Baruta, Chacao, El Hatillo e Sucre) do Distrito Metropolitano.

O maior e mais populoso município Libertador será o mais afetado, uma vez que terá abastecimento de água apenas três vezes por semana, uma das vezes durante o dia e as outras duas em horário noturno.

Segundo a Hidrocapital, o abastecimento de água entre urbanizações dependerá das condições do sistema de distribuição, em função do nível de água da barragem de cada zona.

A 4 de janeiro último o Governo venezuelano anunciou a implementação de um "Plano de Abastecimento Especial" de água porque, segundo o ministro de Eco-socialismo e Águas, Ernesto Paiva, as reservas de água das 18 principais barragens do país estavam a níveis "alarmantes".

Dados divulgados pela imprensa venezuelana, em fevereiro, dão conta de que barragens como a de Água Fria e a de Ocumarito contavam com reservas de água para menos de três meses.

A 19 de fevereiro, o ministro de Energia Elétrica da Venezuela, Luís Motta Domínguez, pediu aos venezuelanos para pouparem significativamente a energia elétrica, advertindo que a falta de água poderá conduzir o país "nas primeiras semanas de abril" a "um colapso elétrico".

Segundo aquele responsável, a barragem de El Guri, a principal do país, tem apenas "25% de água" o que tem obrigado as autoridades a aumentar a geração térmica de energia elétrica para poder abastecer a população.

Lusa

  • PS e BE não propõem alívio da dívida à UE
    1:55

    Economia

    O PS e o Bloco de Esquerda querem mais 45 anos para pagar as dívidas à União europeia e juros mais baixos. As medidas fazem parte da proposta dos partidos para a redução da dívida pública. No relatório que será enviado ao Governo, não é pedido qualquer perdão de dívida, ao contrário do que os partidos mais à esquerda chegaram a defender.

  • Antigos ministros de Governos de Sócrates ouvidos pelo MP
    1:54

    Operação Marquês

    Quatro antigos ministros de Governos de José Sócrates foram ouvidos recentemente pelo Ministério Público (MP), no âmbito da Operação Marquês. Mário Lino, António Mendonça, Teixeira dos Santos e Luís Campos e Cunha foram ouvidos como testemunhas. Os investigadores chamaram os antigos governantes para esclarecer decisões relacionadas com a PT.

    Notícia SIC

  • Suspeito de atropelamento mortal diz que foi mero acidente 
    2:00
  • Confrontos na primeira greve geral no Brasil em 21 anos
    1:34
  • "Está na altura de pressionarmos a Coreia do Norte"
    0:45

    Mundo

    O secretário de estado norte-americano, Rex Tillerson, afirmou esta sexta-feira na ONU que a ameaça da Coreia do Norte é real e pediu que o conselho de segurança da ONU tome medidas antes que seja o regime de pyongyang a fazê-lo.

  • Menina que nasceu com três pernas já corre após a cirurgia

    Mundo

    Uma criança do Bangladesh que cresceu com três pernas vai regressar a casa, depois de uma viagem até à Austrália, onde foi operada para retirar o membro a mais. Como resultado de um gémeo que não se formou por completo, a criança de três anos nasceu com uma terceira perna na pélvis. Alguns meses após a cirurgia, feita em novembro, a menina já corre.