sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos 40 mortos em atentado contra quartel no Iraque

Pelo menos 40 soldados das forças iraquianas, incluindo um general, morreram hoje num atentado perpetrado por dois terroristas suicidas contra a sede das forças armadas na zona de Hadiza, na província oriental de Al Anbar.

reuters

No quartel, os atacantes fizeram explodir cintos com explosivos, que transportavam consigo, disse uma fonte da segurança de Ramadi, capital de Al Anbar.

Além do general, morreram no atentado seis oficiais do exército e 33 soldados do terceiro batalhão, dependente do comando de operações de Al Yazira al Badia.

Depois do atentado, as forças iraquianas e os 'jihadistas' confrontaram-se nos arredores do quartel.

Desde janeiro de 2014 que a província de Al Anbar está parcialmente dominada pelo grupo extremista Estado Islâmico (EI), altura em que os combatentes ocuparam vastas zonas do Iraque e proclamaram um califado nos territórios sob o seu controlo no país e na Síria.

As forças iraquianas conseguiram recuperar o controlo de Ramadi em dezembro passado, mas os 'jihadistas' continuam a manter posições como na cidade de Falujah.

Nos últimos dois dias, o EI perpetrou dois ataques terroristas suicidas, um dos quais na zona de Al Meqdadiya (nordeste), que causou 35 mortos, e no domingo, em Sadr City, zona de maioria xiita em Bagdad, onde morreram 55 pessoas.

  • "É muito importante que haja um cabal esclarecimento"
    0:37
  • Como se sobrevive à dor em Nodeirinho e Pobrais
    2:43
  • Madeireiros sem emprego após incêndios
    2:57
  • Chamas no concelho de Torre de Moncorvo ameaçaram aldeia
    1:30

    País

    Dois incêndios no concelho de Torre de Moncorvo deram luta aos bombeiros na tarde de ontem e também durante toda a noite. As chamas estiveram muito próximas da aldeia de Cabanas de Cima, mas os bombeiros conseguiram desviar o fogo.