sicnot

Perfil

Mundo

Carro armadilhado explode e provoca pelo menos 47 mortos a sul de Bagdade

Um carro armadilhado explodiu hoje num movimentado posto de controlo nos arredores de Hilla, 80 quilómetros a sul de Bagdad, provocando a morte a pelo menos 47 pessoas, segundo novo balanço de fontes médicas e policiais iraquianas.

ALI ABBAS

"Pelo menos 29 pessoas morreram e 47 ficaram feridas num ataque com um carro bomba que visava atingir o maior posto de controlo a norte de Hilla", disse um porta-voz da polícia.

Várias fotografias postas a circular nas edições "online" da imprensa mostram imagens de grande destruição em redor do posto de controlo, onde normalmente existem grandes filas.

Um médico de um hospital de Hilla indicou que pelo menos 11 dos feridos estão em estado grave.

O grupo Estado Islâmico, que tem reivindicado vários ataques similares, não conseguiu manter as posições a sul da Bagdad desde que as forças de segurança iraquianas, apoiadas por milícias locais, iniciaram a resposta aos ataques 'jihadistas' em finais de 2014.

Em março de 2014, um ataque suicida perpetrado pelo EI provocou a morte a 50 pessoas e ferimentos em mais de 150.

Lusa

  • Corpos de portuguesas trasladados segunda-feira 
    1:27
  • Incendiários vão passar o verão com pulseira eletrónica

    País

    Os tribunais vão poder condenar os incendiários a penas de prisão domiciliária, com pulseira eletrónica, durante as épocas de incêndio. A nova lei foi aprovada na semana passada, na Assembleia da República, e aguarda a promulgação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

  • Estado vai tomar posse de terras abandonadas

    País

    O Governo vai recorrer ao Código Civil para permitir que o Estado tome posse de terras ao abandono. À margem da entrevista ao Expresso, o primeiro-ministro anunciou que o Governo irá acionar o artigo 1345º do Código Civil, que estabelece que as coisas imóveis sem dono conhecido se consideram do património do Estado.

  • "Trump, deixe-me ajudá-lo a escrever o discurso"
    0:47

    Mundo

    Arnold Schwarzenegger diz que Donald Trump tem o dever moral de se opor ao ódio e ao racismo. Num vídeo publicado nas redes sociais, o ator norte-americano e antigo governador da Califórnia encenou o discurso que Donald Trump devia ter. 

  • Hino da SIC tocado pela viola beiroa
    2:22