sicnot

Perfil

Mundo

Carro armadilhado explode e provoca pelo menos 47 mortos a sul de Bagdade

Um carro armadilhado explodiu hoje num movimentado posto de controlo nos arredores de Hilla, 80 quilómetros a sul de Bagdad, provocando a morte a pelo menos 47 pessoas, segundo novo balanço de fontes médicas e policiais iraquianas.

ALI ABBAS

"Pelo menos 29 pessoas morreram e 47 ficaram feridas num ataque com um carro bomba que visava atingir o maior posto de controlo a norte de Hilla", disse um porta-voz da polícia.

Várias fotografias postas a circular nas edições "online" da imprensa mostram imagens de grande destruição em redor do posto de controlo, onde normalmente existem grandes filas.

Um médico de um hospital de Hilla indicou que pelo menos 11 dos feridos estão em estado grave.

O grupo Estado Islâmico, que tem reivindicado vários ataques similares, não conseguiu manter as posições a sul da Bagdad desde que as forças de segurança iraquianas, apoiadas por milícias locais, iniciaram a resposta aos ataques 'jihadistas' em finais de 2014.

Em março de 2014, um ataque suicida perpetrado pelo EI provocou a morte a 50 pessoas e ferimentos em mais de 150.

Lusa

  • As zonas de guerra que o fogo deixou
    3:13

    País

    A chuva finalmente ajudou na luta contra as chamas e o que fica agora é um cenário de devastação no norte e centro do país. Morreram 37 pessoas, arderam centenas de casas e empresas e há críticas severas à falta de meios.

  • O mapa das vítimas dos incêndios
    1:19

    País

    Aumentou para 37 o número de mortes na sequência dos fogos que assolaram a zona Centro do país desde o fim de semana. Feridos são pelo menos 71. Atualizamos aqui o mapa, segundo o último balanço da Proteção Civil.

  • Visto do céu, Portugal é um país que se vestiu de negro
    3:28
  • "Temos que cuidar dos feridos, temos que recuperar os territórios"
    1:02

    País

    O primeiro-ministro disse hoje que, depois das chamas apagadas, agora é o tempo de passar das palavras aos atos, de decidir e executar. Após uma visita a feridos dos incêndios, em Coimbra, António Costa confirmou que o Conselho de Ministros do próximo sábado vai transformar em medidas as recomendações feitas pela comissão técnica independente.

  • Homem morreu ao tentar salvar animais das chamas
    2:30
  • "Estou a ficar sem água, vai ser um trabalho inglório"
    1:06