sicnot

Perfil

Mundo

Raymond Tomlinsom, "pai" do correio eletrónico, morre aos 74 anos

Raymond Tomlinson, considerado o "pai" do correio eletrónico (e-mail) e criador do símbolo "arroba" (@) para usar na internet, morreu sábado aos 74 anos na sequência de um aparente ataque cardíaco, indicou hoje outro pioneiro da "web".

© Thomas Peter / Reuters

O anúncio da morte foi feito num "tweet", em que Vinton Gray Cerf não adianta onde Tomlinson morreu nem as causas da morte, indicação que, porém, foi imediatamente confirmada por várias publicações especializadas em tecnologia.

Tomlinson, que venceu em 2009 o Prémio Príncipe das Astúrias de Investigação Científica e Técnica e que, em 2012 foi incluído do Salão da Fama na Internet ("Hall of Fame"), é reconhecido também por ter desenhado os elementos fundamentais das mensagens eletrónicas, como as categorias de "assunto" (motivo do e-mail) e "para" (destinatários).

O engenheiro norte-americano foi o primeiro a utilizar o símbolo de "arroba" para indicar que uma mensagem deveria passar por um servidor, separando o nome do destinatário da rede.

Tomlinsom nasceu em Amsterdam, no estado de Nova Iorque, em 1941 e, após graduar-se em Engenharia Eletrónica no Instituto Politécnico Rensselear (1963), acabou por doutorar-se na mesma área no Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT).

Em 1967 começou a trabalhar na Bolt Beranek and Newman (BBN), ligada ao desenvolvimento da rede ARPA para o Pentágono, que consistia em interconectar vários computadores e servidores através de linhas telefónicas para implementar a potência do processamento de dados e descentralizar o armazenamento da informação.

As áreas de investigação principais passaram pelo desenvolvimento do programa SNDMSG, acrónimo de "Send Message" (enviar mensagem), para o sistema operativo TENEX, e utilizado pela ARPANET, bem como o programa de transferência de ficheiros CPYNET.

Sem ver reconhecido o seu valor pelos seus diretores, Tomlinson trabalhou vários anos em segredo e, em outubro de 1971, conseguiu trocar mensagens entre vários computadores, para o que utilizou a arroba como símbolo para separar o nome do destinatário do correio eletrónico do computador recetor (servidor).

Esse momento, para os historiadores da Internet, marcou o nascimento do correio eletrónico, embora, na altura, tal não valeu a Tomlinson qualquer reconhecimento da importância do feito.

Nas décadas em que trabalhou na BBN, onde foi promovido a engenheiro principal em 1987, Tomlinson contribuiu para o desenvpolvimento dos protocolos de comunicações NVT e TCP-IP.

Ao longo da década de 1990, Tomlinson trabalhou no programa Logistics Anchor Desk (LAD) para o exército norte-americano e na Advance Logistics Project (ALP), em que melhorou a segurança nos programas de comércio eletrónico para a empresa Cybertrust.

Entre os vários reconhecimentos que recebeu durante a carreira figuram os prémios George R. Stibitz (2000), da Webby Award (2001) e do Instituto dos Engenheiros Elétricos e Eletrónicos - IEEE Internet (2004), este último partilhado com Dave Crocket.

A 17 de junho de 2009 partilhou com Martin Cooper, "pai" da telefonia móvel, o Prémio Príncipe das Astúrias de Investigação Científica e Técnica.

Lusa

  • Relatório pedido pelo Governo PSD-CDS já apontava falhas no SIRESP
    2:26
  • FC Porto acusa Benfica de recorrer a serviços de "bruxaria"
    2:34

    Desporto

    Francisco J. Marques acusou o Benfica de recorrer a "bruxaria". O diretor de comunicação do FC Porto revelou uma troca de e-mails entre Luís Filipe Vieira e Armando Nhaga, suposto comissário nacional da polícia da Guiné-Bissau com a celebração de um contrato de prestação de serviços.

  • Francisco J. Marques promete continuar a revelar e-mails
    2:11

    Desporto

    Francisco J. Marques diz que a Polícia Judiciária sabe como o Futebol Clube do Porto teve acesso aos e-mails e desafia o Benfica a revelar os originais. O diretor de comunicação do clube portista revelou ainda que irá continuar a divulgar e-mails, já que isso não é incompatível com o segredo de Justiça.

  • Confirmada prisão dos portugueses que gravaram nome no portão de Auschwitz

    Mundo

    Dois adolescentes católicos portugueses foram condenados a um ano de prisão com pena suspensa, por terem gravado os nomes na porta da entrada principal de Auschwitz-Birkenau. O tribunal de primeira instância de Oswiecim já tinha condenado os jovens e o tribunal de Cracóvia confirmou esta quarta-feira a pena aplicada.

  • Temer pode cair menos de um ano depois da queda de Dilma
    3:06
  • Imagens do resgate de crianças feridas num bombardeamento na Síria
    2:00

    Mundo

    Os Estados Unidos acusam o regime sírio de estar a preparar um novo ataque químico e avisam Bashar al-Assad que vai pagar caro se o concretizar. No terreno, os ataques aéreos continuam a fazer vítimas civis. Da periferia de Damasco chegam imagens dramáticas do resgate de duas crianças feridas num bombardeamento.

  • Quem é a mulher que diz ser filha de Salvador Dalí

    Cultura

    Maria Pilar Abel Martínez nasceu em 1956 e será o alegado fruto de um caso entre a sua mãe e Salvador Dalí. Um tribunal de Madrid ordenou a exumação do cadáver do pintor e a obtenção de amostras, de modo a determinar se a mulher espanhola é mesmo filha de Dalí.

  • Mulher atira moedas para o motor do avião por superstição

    Mundo

    As superstições levam as pessoas a fazer coisas bizarras e até, mesmo, perigosas. Este foi o caso de uma mulher chinesa que decidiu atirar moedas para o motor de um avião, para garantir boa sorte na viagem, que estava prestes a fazer. Contudo, a ação obrigou ao atraso do voo que partia de Xangai, numa companhia aérea chinesa.

  • Modelo italiana atacada com ácido volta ao trabalho

    Mundo

    Gessica Notaro, antiga concorrente do concurso Miss Itália, já regressou ao trabalho como treinadora de leões marinhos, cinco meses depois de ter sido atacada com ácido, alegadamento pelo ex-namorado, Jorge Edson Tavares. Gessica Notaro diz que quer inspirar e encorajar outras mulheres a lutar contra o assédio e o bullying nas relações.