sicnot

Perfil

Mundo

Luso-venezuelanos impedidos de usar telemóvel para telefonar para Portugal

Cidadãos estrangeiros radicados na Venezuela estão impedidos de usar o telemóvel com serviço das operadoras Movistar e Digitel para ligar para Portugal, designadamente para números fixos, confirmaram hoje fontes daquelas empresas à agência Lusa.

© Mike Segar / Reuters (Arquivo)

"Portugal não figura entre os países que constam do convénio da Movistar, para os quais se pode telefonar", disse à Lusa fonte da empresa.

Segundo a mesma fonte, entre os destinos para os quais é possível ligar estão os Estados Unidos, Espanha, Panamá, Peru, México, Brasil, Antilhas Holandesas, Porto Rico e Ilhas Caimão, entre outros.

Quanto à Digitel, fonte desta empresa explicou à Lusa que existe uma avaria nas ligações internacionais que impede, desde há uma semana, ligações telefónicas para vários países, entre os quais Portugal.

Questionado sobre quando serão normalizadas as ligações, a fonte disse não ter ainda nenhuma informação.

Vários cidadãos portugueses disseram à Lusa que desde há uma semana que têm dificuldade em telefonar para Portugal e que alguns dos seus familiares, em território português, tinham também dificuldades em ligar para a Venezuela.

A situação está a obrigar alguns utentes, entre eles a agência Lusa, a usar outras alternativas de comunicação, que passam pela contratação de um serviço em moeda estrangeira que permite indicar os números de origem e de destino a ligar.

Alguns utentes acrescentaram que parte dos problemas se deve à alegada falta de moeda estrangeira no país, na sequência da crise económica e financeira ocasionada pela descida dos preços internacionais do petróleo.

Na Venezuela vigora, desde 2003, um sistema de controlo cambial que impede a livre obtenção local de moeda estrangeira.

A Movistar, Digitel e a estatal Movilnet são as três principais operadoras de telefonia móvel na Venezuela.

Até agora não foi ainda possível confirmar se os clientes da Movilnet podem ou não efetuar ligações telefónicas para Portugal.

Lusa

  • Pablo Bravo: o chileno suspeito de um assalto milionário em Gaia
    6:01

    País

    As autoridades receiam um aumento da violência nos assaltos de redes sul-americanas em Portugal, à semelhança do que tem acontecido noutros países europeus. Pablo Bravo é um chileno com um longo cadastro criminal que, em Portugal, é suspeito de um assalto milionário a um hipermercado, em Gaia e, dias depois, foi detido em flagrante, em Paris, a tentar roubar uma loja de relógios de luxo.

    Notícia SIC

  • Obras para as novas instalações da SIC já começaram
    1:54

    País

    As obras do novo estúdio da SIC e SIC Notícias vão começar. A ampliação do edifício do grupo Impresa vai unir os funcionários do grupo num único espaço, com uma área de 750 metros. O Presidente da Câmara de Oeiras entregou esta terça-feira a licença de obra.

  • Cada vez mais pessoas viajam no Carnaval e Páscoa
    3:08

    Economia

    A procura de viagens na altura do Carnaval e Páscosa tem vindo a aumentar e vários destinos já estão esgotados já que muitas pessoas optam por tirar dias de férias nesta altura do ano. Em contagem decrescente, as agências de viagens não têm tido mãos a medir com promoções e ofertas para destinos variados e adequados a várias bolsas.

  • Jovem indiano acorda a caminho do próprio funeral

    Mundo

    Um jovem indiano chocou os seus parente e amigos, depois de acordar no caminho para o seu próprio funeral. No mês antes, Kumar Marewad foi levado para o hospital após ser mordido por um cão de rua, ficando em estado grave.

  • Bilhete de desculpas valeu uma bolsa de estudo

    Mundo

    Um jovem chinês ganhou uma bolsa de estudos no valor de 10 mil yuan (cerca de 1.380 euros), depois de danificar acidentalmente um carro de luxo. Isto, porque após os estragos, o jovem deixou um bilhete de desculpas ao dono, assim como todo o dinheiro que tinha com ele, como compensação.