sicnot

Perfil

Mundo

Queriam saber como era matar

Luca Varani tinha 23 anos e foi morto na passada sexta-feira em Roma. Os autores confessaram o crime e alegaram que queriam saber como era matar alguém.

(Arquivo)

(Arquivo)

© STRINGER Italy / Reuters

A história do homicídio de Luca Varani está a chocar a Itália. Dois amigos foram detidos e confessaram o crime e o motivo que, mais do que surpreendente, é assustador: queriam saber como é matar alguém. As autoridades suspeitam que terão cometido o crime sob o efeito de álcool e cocaína.

Assim que a polícia entrou no apartamento de Manuel Foffo, amigo do senhorio da vítima, encontrou Varani com uma faca no peito, segundo conta o jornal italiano Corriere de la Sera. Marco Prato, o senhorio, é conhecido por organizar festas homossexuais em Roma e, ao que parece, terá atraído o jovem de 23 anos para o apartamento de Foffo na quinta-feira à noite.

Os dois suspeitos gastaram mais de 1.800 euros em drogas e depois enviaram uma mensagem a Luca Varani na qual lhe ofereciam 100 euros em troca de sexo. Foi desta forma que o jovem foi atraído ao apartamento onde terá sido atacado com um martelo que o deixou inconsciente e onde terá sido, depois, torturado durante a noite de quinta-feira e morto apenas no dia seguinte. Foi encontrado com a cara desfigurada e com marcas de ter sido atacado com um objeto cortante no pescoço.

Num interrogatório feito pela polícia, Manuel Foffo confessou que o crime ficou decidido antes da chegada de Varani. O homem admitiu "O Luca sofreu horrivelmente". Após cometerem o homicídio, os dois homens limparam o apartamento e passaram o resto do dia em casa. "Depois dormimos com o cadáver", concluiu.

Os dois suspeitos estão a ser acusados de homicídio com especial perversidade.

  • Sismo de magnitude 4,0 provoca um morto em Nápoles

    Mundo

    Um sismo de magnitude 4,0 na escala de Richter atingiu esta segunda-feira a ilha de Ísquia no golfo de Nápoles, no mar Tirreno, no sul de Itália. De acordo com o jornal La Stampa uma mulher terá morrido e dois feridos estarão em perigo de vida.

  • A easyJet não está a oferecer bilhetes no Facebook. Cuidado, é uma burla

    País

    Se esteve no Facebook nos últimos dias, provavelmente reparou na oferta de dois bilhetes para uma viagem da easyJet, a propósito do 22.º aniversário da companhia aérea britânica. Uma viagem para dois tinha tudo para correr bem, não fosse um esquema de burla, criado para obter os dados pessoais dos utilizadores que partilham a publicação na rede social.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.

  • Big Ben em silêncio durante quatro anos
    2:15

    Mundo

    Esta segunda-feira ficou marcada pelas últimas badaladas dos famosos sinos do Big Ben, em Londres, no Reino Unido. A torre, na qual está instalada o relógio mais famoso do mundo, vai entrar em obras e os sinos só vão voltar a tocar em 2021.

  • Garrafa lançada ao mar em Rhodes recebe resposta de Gaza
    1:43

    Mundo

    A história parece de filme, mas aconteceu numa praia de Gaza. Um casal britânico lançou uma garrafa com uma mensagem ao mar, em julho, na ilha grega de Rhodes. A garrafa foi encontrada por um pescador numa praia de Gaza, que aproveitou para enviar a resposta, na qual falou sobre as restrições impostas por Israel.