sicnot

Perfil

Mundo

Cuba e União Europeia assinam acordo para normalizar relações

A União Europeia e Cuba assinaram hoje um acordo de diálogo político, incluindo na delicada questão dos Direitos Humanos, uma aproximação que acontece a poucos dias da visita histórica do Presidente norte-americano Barack Obama à ilha caribenha.

© Enrique de la Osa / Reuters

O acordo, resultado de quase dois anos de intensas negociações, foi assinado por ocasião da visita a Havana da Alta Representante da União Europeia (UE) para os Negócios Estrangeiros e Política de Segurança, a italiana Federica Mogherini.

"Este é um passo histórico na nossa relação", afirmou Mogherini, ao lado do ministro dos Negócios Estrangeiros cubano, Bruno Rodriguez.

Cuba era até à data o único país latino-americano que não tinha um acordo de cooperação com o bloco comunitário.

A UE suspendeu relações com Cuba em 2003 na sequência da repressão exercida sobre jornalistas e ativistas e, desde 1996, usava a chamada "posição comum", um instrumento diplomático usada pelo bloco comunitário para criar exceções na sua política externa e que impede o diálogo com países que não respeitam os Direitos Humanos.

"Este acordo marca o fim da posição comum", disse Mogherini, na cerimónia de assinatura.

Para redefinir a sua aproximação, Bruxelas e Havana iniciaram negociações em abril de 2014 para "um quadro de diálogo político" em três capítulos: diálogo político, cooperação e comércio.

Este processo negocial foi acelerado depois de Cuba e os Estados Unidos terem anunciado, em dezembro de 2014, que iam iniciar negociações para uma aproximação histórica, após mais de meio século de afastamento. Meses mais tarde, em julho de 2015, Washington e Havana anunciam o restabelecimento das relações diplomáticas.

Barack Obama vai visitar Cuba nos próximos dias de 21 e 22 de março, sendo o primeiro Presidente norte-americano a visitar a ilha caribenha em 88 anos.

Lusa

  • Sismo de magnitude 4,0 provoca um morto em Nápoles

    Mundo

    Um sismo de magnitude 4,0 na escala de Richter atingiu esta segunda-feira a ilha de Ísquia no golfo de Nápoles, no mar Tirreno, no sul de Itália. De acordo com o jornal La Stampa uma mulher terá morrido e dois feridos estarão em perigo de vida.

  • A easyJet não está a oferecer bilhetes no Facebook. Cuidado, é uma burla

    País

    Se esteve no Facebook nos últimos dias, provavelmente reparou na oferta de dois bilhetes para uma viagem da easyJet, a propósito do 22.º aniversário da companhia aérea britânica. Uma viagem para dois tinha tudo para correr bem, não fosse um esquema de burla, criado para obter os dados pessoais dos utilizadores que partilham a publicação na rede social.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.

  • Big Ben em silêncio durante quatro anos
    2:15

    Mundo

    Esta segunda-feira ficou marcada pelas últimas badaladas dos famosos sinos do Big Ben, em Londres, no Reino Unido. A torre, na qual está instalada o relógio mais famoso do mundo, vai entrar em obras e os sinos só vão voltar a tocar em 2021.

  • Garrafa lançada ao mar em Rhodes recebe resposta de Gaza
    1:43

    Mundo

    A história parece de filme, mas aconteceu numa praia de Gaza. Um casal britânico lançou uma garrafa com uma mensagem ao mar, em julho, na ilha grega de Rhodes. A garrafa foi encontrada por um pescador numa praia de Gaza, que aproveitou para enviar a resposta, na qual falou sobre as restrições impostas por Israel.