sicnot

Perfil

Mundo

Obama apela a Arábia Saudita e Irão que partilhem uma paz fria

O Presidente dos EUA, Barack Obama, entende que o Irão e a Arábia Saudita devem "partilhar" no Médio Oriente algum tipo de "paz fria", apesar da sua forte inimizade, afirmou segundo uma longa entrevista à revista Atlantic.

(Arquivo/Reuters)

(Arquivo/Reuters)

© Kevin Lamarque / Reuters

Obama considerou que vários países no Médio Oriente são "oportunistas", no sentido de que pressionam os EUA para se envolverem em conflitos complicados que têm pouco a ver com os seus interesses.

Lamentou também o efeito regional da intensificação das tensões entre a Arábia Saudita sunita e o Irão xiita e da sua batalha pela hegemonia no Médio Oriente.

"A competição entre os sauditas e os iranianos, que ajudou a lamentar guerras subsidiárias e o caos na Síria, no Iraque e no Iémen, leva-nos a dizer aos nossos amigos (sauditas) e também aos iranianos que têm de encontrar uma maneira eficaz de dividir a região e instituir algum tipo de paz fria", afirmou Obama.

Lusa

  • Montenegro nunca será candidato contra Passos
    0:50
  • Dijsselbloem não comenta hipótese de ser substituído por Mário Centeno
    2:41

    Mundo

    Jeroen Dijsselbloem diz que cabe ao Governo português avançar com o nome de Mário Centeno para a presidência do Eurogrupo, mas não comenta a sondagem que foi feita ao ministro das Finanças português. Ouvido esta quinta-feira no Parlamento Europeu, o Presidente do Eurogrupo esteve no centro das críticas e reafirmou que não se demite.