sicnot

Perfil

Mundo

Obama apela a Arábia Saudita e Irão que partilhem uma paz fria

O Presidente dos EUA, Barack Obama, entende que o Irão e a Arábia Saudita devem "partilhar" no Médio Oriente algum tipo de "paz fria", apesar da sua forte inimizade, afirmou segundo uma longa entrevista à revista Atlantic.

(Arquivo/Reuters)

(Arquivo/Reuters)

© Kevin Lamarque / Reuters

Obama considerou que vários países no Médio Oriente são "oportunistas", no sentido de que pressionam os EUA para se envolverem em conflitos complicados que têm pouco a ver com os seus interesses.

Lamentou também o efeito regional da intensificação das tensões entre a Arábia Saudita sunita e o Irão xiita e da sua batalha pela hegemonia no Médio Oriente.

"A competição entre os sauditas e os iranianos, que ajudou a lamentar guerras subsidiárias e o caos na Síria, no Iraque e no Iémen, leva-nos a dizer aos nossos amigos (sauditas) e também aos iranianos que têm de encontrar uma maneira eficaz de dividir a região e instituir algum tipo de paz fria", afirmou Obama.

Lusa

  • "Até para o ano", a mensagem de Ronaldo para os adeptos do Real Madrid
  • Despenalização da eutanásia votada na terça-feira no Parlamento
    2:04
  • Há companhias aéreas a contratar. TAP é uma delas
    1:28

    Economia

    Com o crescimento do turismo, que continua a bater recordes, as companhias aéreas querem profissionais para reforçar as rotas com maior procura e oferecer novos destinos. Só a TAP prevê contratar mais 700 pessoas este ano para várias funções, incluindo 300 tripulantes de cabine e 170 pilotos.

  • O bombeiro herói que recebe 267 euros de pensão
    2:36
  • Funcionários dos EUA na Coreia do Norte para preparar cimeira
    2:19