sicnot

Perfil

Mundo

Obama apela a Arábia Saudita e Irão que partilhem uma paz fria

O Presidente dos EUA, Barack Obama, entende que o Irão e a Arábia Saudita devem "partilhar" no Médio Oriente algum tipo de "paz fria", apesar da sua forte inimizade, afirmou segundo uma longa entrevista à revista Atlantic.

(Arquivo/Reuters)

(Arquivo/Reuters)

© Kevin Lamarque / Reuters

Obama considerou que vários países no Médio Oriente são "oportunistas", no sentido de que pressionam os EUA para se envolverem em conflitos complicados que têm pouco a ver com os seus interesses.

Lamentou também o efeito regional da intensificação das tensões entre a Arábia Saudita sunita e o Irão xiita e da sua batalha pela hegemonia no Médio Oriente.

"A competição entre os sauditas e os iranianos, que ajudou a lamentar guerras subsidiárias e o caos na Síria, no Iraque e no Iémen, leva-nos a dizer aos nossos amigos (sauditas) e também aos iranianos que têm de encontrar uma maneira eficaz de dividir a região e instituir algum tipo de paz fria", afirmou Obama.

Lusa

  • Fuzileiros continuam no terreno a ajudar população
    3:03
  • NotPetya: Lourenço Medeiros explica o novo ciberataque global
    2:44
  • Desacatos no aeroporto de Faro deixam turistas britânicos em terra
    1:46

    País

    Cinco pessoas, que integravam o grupo de turistas britânicos que nos últimos dias causou desacatos em Albufeira, foram ontem impedidas de regressar a Inglaterra. Agressões no aeroporto e desacatos à entrada do avião levaram os comandantes de dois voos a recusar levar aqueles passageiros.