sicnot

Perfil

Mundo

Tribunal de Luanda ouve hoje alegações finais dos ativistas

O tribunal de Luanda que julga os ativistas acusados de preparem uma rebelião, entre eles Luaty Beirão, ouve hoje as alegações finais.

Ativistas angolanos, no Tribunal de Benfica, em Luanda.Novembro de 2015.

Ativistas angolanos, no Tribunal de Benfica, em Luanda.Novembro de 2015.

PAULO JULIÃO/LUSA

Os 17 réus são acusados neste processo, em coautoria, de crimes de atos preparatórios para uma rebelião e para um atentado contra o Presidente angolano, com os quais pretendiam, aponta o Ministério Público, depor o poder instituído e colocar em funções um governo de salvação nacional.

Destes, 14 estão desde dezembro em prisão domiciliária (estivam desde junho em prisão preventiva), um outro cumpre entretanto uma pena de seis meses de prisão por ofensas no tribunal e duas jovens aguardam decisão em liberdade.

Em causa está uma lista de governo, que terá resultado de um desafio nas redes sociais lançado pelo jurista angolano Albano Pedro, que confessou a autoria do mesmo, mas que não está acusado neste processo.

Os arguidos arriscam uma pena de até três meses de prisão, de acordo com o Código Penal.

Lusa

  • Luaty Beirão diz que voltaria a fazer greve de fome
    0:56

    Mundo

    Oito meses depois de uma greve de fome de 36 dias, Luaty Beirão diz que voltaria a fazer o mesmo. O tribunal de Luanda decidiu hoje manter em prisão domiciliária o rapper e os outros 14 ativistas acusados de praticar atos preparatórios para uma rebelião. Em entrevista à rádio TSF, Luaty diz que a decisão era esperada devido à falta de justiça em Angola, mas acrescenta também que chegou a hora de correr riscos.

  • Quando se pode circular pela esquerda? A GNR explica (e fiscaliza)
    5:46

    Edição da Manhã

    A regra aplica-se a autoestradas e outras vias com esse perfil mas dentro das localidades há exceções. A Guarda Nacional Republicana está a promover em todo o território nacional várias ações de sensibilização e fiscalização no sentido de prevenir e reprimir a circulação de veículos pela via do meio ou da esquerda quando não exista tráfego nas vias da direita. O major Paulo Gomes, da GNR, esteve na Edição da Manhã. 

  • Jovens impedidas de embarcar de leggings

    Mundo

    A moda das calças-elásticas-super-justas volta a fazer estragos. Desta vez nos EUA onde duas adolescentes foram impedidas de embarcar num voo da United Airlines devido à indumentária, que não cumpria com as regras dos tripulantes ou acompanhantes da companhia aérea norte-americana.

    Manuela Vicêncio

  • O pedido de desculpas de Dijsselbloem
    2:12

    Mundo

    O Governo português continua a mostrar a indignação que diz sentir perante as declarações do presidente do Eurogrupo. O ministro dos Negócios Estrangeiros português garante que com Dijsselbloem "não há conversa possível". Jeroen Dijsselbloem começou por recusar pedir desculpa mas depois cedeu perante a onda de indignação.

  • A primeira vez do Sr. Árbitro
    12:41