sicnot

Perfil

Mundo

Coreia do Norte dispara missil balístico para o mar

A Coreia do Norte disparou hoje um míssil balístico para o mar, ao largo da sua costa leste, poucos dias depois de o líder Kim Jong-Un ter ordenado a realização de mais testes com ogivas nucleares.

© KCNA KCNA / Reuters

O porta-voz do Ministério da Defesa da Coreia do Sul precisou que o míssil foi lançado de Sukchon, no sudoeste do seu vizinho do Norte, às 05:55 da manhã (20:55 hora de Lisboa) e que percorreu uma distância de 800 km no mar do Leste, também chamado mar do Japão.

O porta-voz não especificou que tipo de míssil foi disparado, mas a agência de notícias sul-coreana Yonhap, citando fontes militares, disse que o míssil é um Rodong, com um alcance máximo de cerca de 1300 km.

No início de março, o Conselho de Segurança das Nações Unidas impôs uma nova série de sanções à Coreia do Norte após os últimos testes nucleares e de mísseis por parte do regime comunista.

A este contexto particularmente tenso acrescentam-se as manobras que as forças sul-coreanas e norte-americanas começaram em 6 de março, as mais importantes alguma vez organizadas conjuntamente na península coreana, às quais Pyongyang ameaçou responder com ataques nucleares.

Estes exercícios anuais entre os dois aliados agravam sistematicamente as tensões entre Norte e Sul.

Lusa

  • "Isto é a demagogia à solta"
    0:45

    Opinião

    Quem o diz é Luís Marques Mendes a propósito da aprovação esta semana da lei do CDS-PP que elimina o adicional do imposto sobre os combustíveis. O comentador da SIC critica a oposição por ter levado a votação uma lei inconstitucional e acusa ainda os parceiros de Governo de deslealdade. 

    Luís Marques Mendes

  • Comandante da Proteção Civil confiante nos meios de combate aos incêndios
    1:56

    País

    Depois das falhas apontadas ao sistema de comunicações SIRESP durante os incêndios do ano passado, o cComandante operacional da Proteção Civil diz que não há meios de comunicação infalíveis. Duarte Costa acredita que este verão será mais calmo do que anterior e contabiliza já mais de 2000 incêndios desde maio que não foram notícia.

  • Líderes europeus assinalam progressos para alcançar acordo sobre migrações
    2:02