sicnot

Perfil

Mundo

Ex- presidente Collor de Mello deixa partido em solidariedade com Dilma

O ex-Presidente brasileiro Fernando Collor de Mello abandonou hoje o Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), pelo qual é senador, por discordar do apoio partidário à destituição da Presidente Dilma Rousseff.

© Ueslei Marcelino / Reuters

Collor de Mello, que é senador pelo estado de Alagoas, critica o rumo da formação de centro-esquerda, que apoiou no passado a Presidente, Dilma Rousseff.

A presidente do partido, Cristiane Brasil, passou a ser uma das principais apoiantes do processo de "impeachment" (processo de destituição) da atual chefe de Estado.

"Este governo acabou, não tem mais condições morais de continuar, e é preciso que o diretório nacional do PTB e sua bancada parlamentar estejam absolutamente unidas em favor do povo brasileiro", disse Cristiane Brasil.

Collor renunciou à Presidência do Brasil em 1992, depois de o Congresso brasileiro ter movido um processo de destituição, por suspeitas de corrupção.

Na sequência daquela ação, Collor de Mello ficou privado de direitos políticos durante oito anos, tendo regressado à cena política em 2002.

Lusa

  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • "O FC Porto não merece ser campeão"
    2:23
    Play-Off

    Play-Off

    DOMINGO 22:00

    O empate do FC Porto com o Feirense foi o principal assunto do Play-Off da SIC Notícias, este domingo. Rodolfo Reis mostrou-se insatisfeito com a atitude dos jogadores do FC Porto.

  • Incêndio em Alfragide deixa 12 pessoas desalojadas
    1:59

    País

    Um incêndio destruiu este domingo a cobertura de um prédio de habitação em Alfragide, no concelho da Amadora. Doze pessoas ficaram desalojadas, mas ninguém ficou ferido. Os bombeiros dominaram o fogo em cerca de uma hora, os moradores queixam-se da falta de eficácia no combate às chamas.

  • Uma volta a Portugal. De bicicleta mas sem licra

    País

    Um grupo de professores propõe-se a repetir o percurso da 1.ª Volta a Portugal em Bicicleta, 90 anos depois. Não se trata de uma corrida, pelo contrário querem provar que qualquer um o pode fazer e promover o uso da bicicleta como meio de transporte pessoal. “Dar a volta” parte para a estrada esta quarta-feira, de Lisboa a Setúbal, tal como em 26 de abril de 1927.

    Ricardo Rosa