sicnot

Perfil

Mundo

Ex-ditador tunisino Ben Ali condenado a mais 10 anos de prisão

O presidente tunisino deposto Zine El Abidine Ben Ali, no exílio na Arábia Saudita desde 2011, foi condenado novamente como contumaz, desta vez a 10 anos de prisão por "abuso de poder", afirmou o porta-voz do tribunal.

© Jamal Saidi / Reuters

O ex-ditador foi condenado em vários processos nos últimos cinco anos, sobretudo por corrupção. Ele também foi condenado a prisão perpétua pela sangrenta repressão de protestos durante a revolução (338 mortes).

O tribunal de primeira instância de Tunes condenou Ben Ali na quinta-feira numa outra sentença de 10 anos de prisão por ter considerado que "usou a sua qualidade [de presidente] para conceder vantagens injustificadas, causando prejuízo para a Administração" num caso relacionado com uma agência de publicidade, disse à AFP o porta-voz da barra do tribunal Kamel Barbouche, confirmando informações da imprensa, sem acrescentar outros detalhes.

Ben Ali, que vive discretamente em Jeddah, na Arábia Saudita, governou a Tunísia com mão de ferro durante 23 anos (1987-2011).

Lusa

  • Mais de 50 detidos pela GNR em 12 horas

    País

    A GNR fez 51 detenções entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, 39 das quais por condução sob efeito do álcool ou sem carta, e três por violência doméstica, segundo um comunicado hoje divulgado.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".

  • Monumentos de 7 mil cidades às escuras por 1 hora
    2:51
  • Trump diz que Obamacare vai "colapsar"

    Mundo

    O Presidente norte-americano tentou desvalorizar a derrota política sofrida na sexta-feira no Congresso, ao desistir da revogação da lei de saúde pública do seu antecessor, conhecida como Obamacare, afirmando que esta vai colapsar por si mesma.