sicnot

Perfil

Mundo

Caixas negras de avião que caiu na Rússia estão danificadas mas podem ajudar a explicar acidente

As caixas negras do avião da Flydubai que se despenhou no sábado na Rússia, com 62 pessoas a bordo, poderão ser lidas apesar dos danos sofridos no impacto, assegurou hoje o vice-presidente do Comité Interestatal de Aviação, Serguéi Zaiko.

MINISTRY OF THE EMERGENCIES

"A leitura das caixas negras começará hoje mesmo a ser feita", acrescentou.

As autoridades russas que investigam as circunstâncias da tragédia interrogaram mais de 40 pessoas, entre trabalhadores do aeroporto e pessoal da companhia aérea.

Entretanto, a Flydubai anunciou hoje que vai indemnizar com 20 mil dólares cada família dos 62 passageiros que morreram na madrugada de sábado na queda do Boeing da companhia aérea em Rostov-on-Don, no sul da Rússia.

De acordo com a nota, esta compensação financeira, de cerca de 17,7 mil euros, destina-se a satisfazer as necessidades económicas urgentes dos familiares das vítimas, refere a companhia, em comunicado.

"A nossa preocupação está em contactar com as famílias que perderam os seus entes queridos neste triste acidente", acrescenta a nota da FlyDubai.

Um Boeing 738 da FlyDubai despenhou-se na madrugada de sábado, às 00:50 em Lisboa, a uns 250 metros da pista de aterragem em Rostov-on-Don, no sul da Rússia, causando a morte de 62 passageiros.

Lusa

  • O que aconteceu à menina síria que relatava a guerra no Twitter?
    1:59
  • Youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Reportagem da SIC "Renegados"
    1:27

    Grande Reportagem SIC

    O youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Grande Reportagem SIC "Renegados". Desde ontem já teve 67 mil visualizações no Facebook. Imagine que ia renovar o cartão de cidadão e diziam-lhe que afinal não é português? Mesmo tendo nascido, crescido, estudado e trabalhado sempre em Portugal? Foi o que aconteceu a inúmeras pessoas que nasceram depois de 1981, quando a lei da nacionalidade foi alterada.«Renegados» é como se sentem estes filhos de uma pátria que os excluiu. Para ver, esta quarta-feira, no Jornal da Noite da SIC.