sicnot

Perfil

Mundo

Espanha resgata 42 imigrantes na ilha de Alborão

As forças de salvamento marítimo espanholas resgataram hoje 42 imigrantes, que tinham chegado num pequeno barco de madeira à ilha de Alborão, a meio caminho entre o norte de África e Espanha.

Arquivo

Arquivo

Sergey Ponomarev

O salvamento foi feito com recurso à embarcação Salvamar Denébola e as 42 pessoas que foram resgatadas, entre as quais seis mulheres, chegaram ao porto de Almería pelas 22:00 horas locais (21:00 em Lisboa), tendo recebido apoio médico de voluntários da Cruz Vermelha, antes de serem encaminhados para a Polícia Nacional espanhola.

Segundo um porta-voz das forças de Salvamento Marítimo espanholas, o centro de coordenação marítima recebeu, pelas 14:00 (13:00 em Lisboa), a informação de que estaria um pequeno barco de madeira ao largo da ilha Alborão, uma pequena ilha cerca de 55 quilómetros a norte da costa de Marrocos e 85 quilómetros a sul da província de Almería, em Espanha.

Cerca de uma hora mais tarde, o destacamento militar da ilha de Alborão informou de que a embarcação tinha conseguido chegar a terra pelos seus próprios meios.

Lusa

  • Morreu o companheiro de Nelson Mandela

    Mundo

    Ahmed Kathrada, activista e ícone sul-africano que lutou ao lado de Mandela contra o "apartheid" morreu hoje aos 87 anos, informou a fundação de caridade Kathrada.

  • Mais de um milhão de crianças em risco de morrer à fome
    1:23
  • Vidas Suspensas: Delfim 353
    29:30
  • Esquerda contra a venda do Novo Banco
    1:51

    Economia

    O futuro do Novo Banco promete agitar a maioria de esquerda nas próximas semanas. O Bloco de Esquerda e o PCP estão contra os planos de privatização e insistem que a solução é nacionalizar o banco. O Bloco de Esquerda defende que privatizar 75% é o pior de dois mundos. Já o PCP diz que o banco deve ser integrado no setor público.

  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32

    País

    Há cada vez mais homens e idosos a pedirem ajuda à Associação Portuguesa de Apoio à Vítima. Segundo o relatório anual da APAV conhecido esta segunda-feira, foram identificadas quase 10 mil vítimas de violência no ano passado. Cerca de 80% são mulheres casadas e com cerca de 50 anos.