sicnot

Perfil

Mundo

Número de mortes em acidente em Tarragona revisto para 13, todas raparigas

O número de vítimas mortais no acidente de autocarro hoje em Freginals (Tarragona, Espanha) foi revisto em baixa de 14 para 13 mortos, anunciou o conselheiro de Interior do governo regional da Catalunha. São todas raparigas, estudantes universitárias de Erasmus, de várias nacionalidades.

© Albert Gea / Reuters

© Albert Gea / Reuters

De acordo com Jordi Jané, são 13 vítimas mortais e não 14 como a Generalitat tinha anunciado inicialmente.

O conselheiro de Interior (Administração Interna) do Governo regional da Catalunha, Jordi Jané, também disse que são 63 as pessoas envolvidas no acidente. Entre as pessoas que ficaram feridas no acidente, 21 já receberam alta e 28 continuam internados em vários hospitais da região. Nove em estado grave e quatro estavam esta manhã "em estado crítico".

Os feridos mais graves foram transportados para o Hospital Verge de la Cinta de Tortosa (Tarragona).

O autocarro acidentado em Freginals, pertencente a uma empresa de Mollet del Vallès (Barcelona), transportava - além do condutor - estudantes de Erasmus e pessoas ligadas a estes, de diversas nacionalidades, que regressavam das tradicionais festas de Páscoa em Valência.

O Cônsul-Geral de Portugal em Barcelona, Paulo Teles da Gama, afirmou hoje à agência Lusa que "de momento, não há indicação por parte das autoridades da Catalunha" da existência de vítimas portugueses no acidente de autocarro de Tarragona.

"A indicação que temos das autoridades da Catalunha é que, de momento, não se confirma a presença de portugueses no acidente do autocarro. O que não quer dizer que, no decorrer das próximas horas, e com a evolução dos trabalhos de identificação, não possa surgir essa confirmação", disse Paulo Teles da Gama à Lusa.

"Todas as indicações que temos recebido até ao momento indicam que não há nenhum português sequer envolvido no acidente, quer entre os sinistrados quer entre os que não sofreram nada", concluiu.

O acidente aconteceu às 06:00 da manhã locais, quando o autocarro da empresa Autocares Alejandro, que circulava em sentido Barcelona, perdeu o controlo, atravessou o separador e ficou voltado no sentido sul, colidindo com outro veículo.

O motorista do autocarro sobreviveu ao acidente e foi hoje de manhã ouvido na comissaria dos Mossos de Esquadra (polícia autonómica da Catalunha) de Tortosa, indicou Jordi Jané.

Esta colisão é um dos acidentes de trânsito mais graves que ocorreram em Espanha desde 2000, com envolvimento de um autocarro de passageiros.

O acidente com o maior número de mortes em Espanha foi a 06 de julho de 2000, quando um autocarro em que viajavam alunos catalães colidiu com um camião de transporte de gado na cidade de Soria Golmayo, provocando vinte mortos e treze feridos graves.

Com Lusa

  • Acidente com autocarro mata 13 jovens na Catalunha
    2:16

    Mundo

    Treze jovens morreram esta manhã num violento acidente de viação em Tarragona, numa autoestrada da Catalunha. Da colisão entre um autocarro com 56 passageiros, a maioria estudantes de Erasmus em Barcelona de várias nacionalidades, e um veículo ligeiro, resultaram também pelo menos 40 feridos, alguns com gravidade. Ao início da tarde, as autoridades retificaram o número de vítimas mortais para 13 e não 14 como foi avançado de manhã.

  • Pelo menos 14 mortos em acidente de autocarro em Espanha

    Mundo

    Pelo menos 14 pessoas morreram na colisão entre um autocarro e um carro na estrada AP-7 no município de Freginals, Tarragona, em Espanha. Eram jovens universitários de Erasmus, de várias nacionalidades. "De momento não há indicação de vítimas portuguesas" , segundo o Cônsul-Geral de Portugal em Barcelona.

  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55
  • BCE autoriza CGD a avançar com recapitalização

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos informou esta sexta-feira que vai prosseguir com as operações da primeira fase do aumento de capital, depois de ter obtido autorização para isso junto do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Portugal.

  • Condutores apanhados a mais de 200 em corridas ilegais na Ponte Vasco da Gama
    1:25
  • A história da guerra em Alepo
    7:43
  • Reino Unido em alerta máximo de terrorismo

    Mundo

    O Reino Unido elevou o alerta de terrorismo para o nível máximo depois das declarações, esta quinta-feira, do chefe das secretas britânicas. O diretor do MI6 está preocupado com eventuais ataques contra o Reino Unido e outros aliados.

  • Uma "cidade fantasma" na Letónia
    3:10
  • O anúncio de natal que está a emocionar o mundo
    1:47