sicnot

Perfil

Mundo

Português ferido em atentado na Turquia deverá ter alta amanhã

O cidadão português ferido no atentado suicida de sábado em Istambul vai ficar mais um dia em observação, e deverá ter alta na segunda-feira, disse hoje à Lusa fonte da Secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas.

© Osman Orsal / Reuters

"O adiamento da alta hospitalar deve-se à necessidade de o manter sob observação, por se ter queixado de dores no pescoço e na cabeça, embora esteja consciente e tranquilo", acrescentou a fonte.

O ataque suicida em Istambul provocou cinco mortos e 36 feridos, 12 deles estrangeiros e o seu autor tinha ligações com o grupo terrorista autoproclamado Estado Islâmico (EI), segundo as autoridades turcas.

A fonte da Secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas disse ainda à Lusa que o cidadão português foi ontem transferido para um hospital com cuidados neurológicos.

"Está a ser acompanhado pelo cônsul (de Portugal) e por familiares, que chegaram hoje de manhã (à Turquia). São eles que vão garantir o seu regresso a Portugal", disse ainda a mesma fonte.

O cidadão português encontra-se atualmente na Turquia a trabalhar numa empresa portuguesa.

Lusa

  • Défice cai 1.900 milhões até agosto

    Economia

    O défice das administrações públicas foi de 2.034 milhões de euros até agosto, uma "melhoria de 1.901 milhões" face ao mesmo período de 2016, segundo o Governo, que justifica com aumento superior a 4% da receita.

  • Atores recriam cena em que um homem é vítima de violência doméstica
    1:35
  • Ministério Público admite eventual detenção do presidente do governo da Catalunha
    2:24
  • Bispo vermelho

    "Recebia trabalhadores e sindicalistas, batia à porta de políticos e empresários, andava pelas ruas da cidade ao encontro dos que das ruas da cidade faziam casa". Joaquim Franco evoca Manuel Martins, o "bispo vermelho".

    Joaquim Franco

  • Apreendidos quase 7.000 comprimidos ilegais vendidos pela internet
    1:43

    País

    O Infarmed e a Autoridade Tributária apreenderam perto de 7.000 unidades de comprimidos ilegais.A apreensão aconteceu no âmbito de uma operação internacional da Interpol de combate aos medicamentos ilegais vendidos pela internet, explicou à SIC Luís Sande e Castro, diretor da Unidade de Inpeção do Infarmed.

  • Criar galinhas na cozinha, guerras no fogão, e drones dentro de casa
    7:28
  • Passageiro detido com 1 kg de ouro no reto

    Mundo

    Os funcionários da alfândega do aeroporto de Colombo, Sri Lanka, estranharam o comportamento de um passageiro que "caminhava com dificuldade". Um exame completo revelou a valiosa carga que levava escondida... no tubo intestinal.