sicnot

Perfil

Mundo

Detonadores encontrados em esconderijo de Abdeslam em Bruxelas

A polícia belga encontrou detonadores na operação da semana passada, na comuna de Forest, em Bruxelas, onde também estavam armas de guerra e carregadores, segundo a imprensa local.

LAURENT DUBRULE

Estes detonadores deveriam ser utilizados no fabrico de engenhos explosivos estavam escondidos na casa onde se refugiou Salah Abdeslam, acusado de envolvimento nos ataques de novembro em Paris.

A possibilidade de um novo atentado levado a cabo por Salah Abdeslam não foi comentada hoje pelo procurador federal da Bélgica, Frederic Van Leeuw, que, porém, notou que terroristas com armas não se preparavam para "fazer um piquenique".

Na terça-feira passada, numa busca de rotina, quatro agentes belgas e dois franceses dirigiram-se a uma casa em Forest e foram recebidos com tiros.

Na casa foram ainda encontrados livros e uma bandeira do grupo extremista Estado Islâmico (EI).

O ministro belga dos Negócios Estrangeiros, Didier Reynders, já tinha colocado a hipótese de estar a ser preparado um novo ataque terrorista.

Detido na sexta-feira, em Bruxelas, Abdeslam foi já formalmente acusado de homicídios terroristas e de participação em atividades organização terrorista.

Os atentados de 13 de novembro em Paris, reivindicados pelo EI mataram 130 pessoas e causaram mais de 300 feridos.

Lusa

  • Salah Abdeslam quer ser julgado na Bélgica
    1:31

    Ataques em Paris

    Salah Abdeslam já foi formalmente acusado pela justiça belga de homicídio terrorista. Também já se sabe que o suspeito dos atentados de Paris capturado na sexta-feira em Bruxelas vai recusar a extradição. Esta recusa pode atrasar o processo mas não impede a transferência do acusado para França já que Abdeslam era alvo de um mandado de detenção internacional.

  • Advogado de Abdeslam vai apresentar queixa contra procurador francês
    1:45

    Mundo

    O suspeito pelos atentados de Paris passou a primeira noite na prisão de alta segurança de Bruges, na Bélgica. Salah Abdeslam mantém a recusa em ser extraditado para França, garante que é um arrependido e que não participou nos ataques. O advogado de defesa vai apresentar queixa contra o procurador de Paris, que no sábado revelou à imprensa partes do interrogatório ao suspeito dos atentados de Paris.

  • Abdeslam estava a preparar ataques em Bruxelas
    1:45

    Mundo

    O governo belga diz que Salah Abdeslam preparava novos ataques em Bruxelas. O suspeito pelos atentados de Paris que mantém a recusa em ser extraditado para França é interrogado esta quarta-feira por um juiz. A primeira noite foi passada na prisão alta segurança de Bruges.

  • Biológicos nas escolas e nos telemóveis

    País

    O Governo vai criar o Dia Nacional da Alimentação Biológica e uma estratégia que passa por distribuir produtos biológicos nas escolas e criar uma aplicação móvel para os portugueses poderem localizar unidades de produção ou comercialização de produtos biológicos, segundo a Estratégia Nacional que será hoje apresentada.

  • Primeiro-ministro holandês liga a Costa para explicar palavras de Dijsselbloem
    2:23

    País

    António Costa pediu que Djisselbloem desaparecesse da Presidência do Eurogrupo. Após esta tomada de posição, o primeiro-ministro holandês ligou para Costa na semana passada a dar explicações. Contudo, o primeiro-ministro português não recua e volta a dizer que Dijsselbloem não tem condições para continuar, na sequência das declarações sobre copos e mulheres. Os eurodeputados do Partido Popular Europeu reforçaram também esta terça-feira o pedido de demissão.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45

    País

    Há um surto de hepatite A em Portugal. Desde janeiro, 105 pessoas foram diagnosticadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, um número superior aos casos contabilizados em todo o país nos últimos 40 anos. O surto terá começado na Holanda e está a atingir quase toda a Europa.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Novo vídeo do Daesh mostra crianças a treinar para matar
    3:35
  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho

  • Trump propõe cortes orçamentais para pagar muro

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos está a propor cortes de milhões de dólares no orçamento para que os contribuintes norte-americanos, e não o México, paguem o muro a construir na fronteira entre os dois países.

  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.