sicnot

Perfil

Mundo

Detonadores encontrados em esconderijo de Abdeslam em Bruxelas

A polícia belga encontrou detonadores na operação da semana passada, na comuna de Forest, em Bruxelas, onde também estavam armas de guerra e carregadores, segundo a imprensa local.

LAURENT DUBRULE

Estes detonadores deveriam ser utilizados no fabrico de engenhos explosivos estavam escondidos na casa onde se refugiou Salah Abdeslam, acusado de envolvimento nos ataques de novembro em Paris.

A possibilidade de um novo atentado levado a cabo por Salah Abdeslam não foi comentada hoje pelo procurador federal da Bélgica, Frederic Van Leeuw, que, porém, notou que terroristas com armas não se preparavam para "fazer um piquenique".

Na terça-feira passada, numa busca de rotina, quatro agentes belgas e dois franceses dirigiram-se a uma casa em Forest e foram recebidos com tiros.

Na casa foram ainda encontrados livros e uma bandeira do grupo extremista Estado Islâmico (EI).

O ministro belga dos Negócios Estrangeiros, Didier Reynders, já tinha colocado a hipótese de estar a ser preparado um novo ataque terrorista.

Detido na sexta-feira, em Bruxelas, Abdeslam foi já formalmente acusado de homicídios terroristas e de participação em atividades organização terrorista.

Os atentados de 13 de novembro em Paris, reivindicados pelo EI mataram 130 pessoas e causaram mais de 300 feridos.

Lusa

  • Salah Abdeslam quer ser julgado na Bélgica
    1:31

    Ataques em Paris

    Salah Abdeslam já foi formalmente acusado pela justiça belga de homicídio terrorista. Também já se sabe que o suspeito dos atentados de Paris capturado na sexta-feira em Bruxelas vai recusar a extradição. Esta recusa pode atrasar o processo mas não impede a transferência do acusado para França já que Abdeslam era alvo de um mandado de detenção internacional.

  • Advogado de Abdeslam vai apresentar queixa contra procurador francês
    1:45

    Mundo

    O suspeito pelos atentados de Paris passou a primeira noite na prisão de alta segurança de Bruges, na Bélgica. Salah Abdeslam mantém a recusa em ser extraditado para França, garante que é um arrependido e que não participou nos ataques. O advogado de defesa vai apresentar queixa contra o procurador de Paris, que no sábado revelou à imprensa partes do interrogatório ao suspeito dos atentados de Paris.

  • Abdeslam estava a preparar ataques em Bruxelas
    1:45

    Mundo

    O governo belga diz que Salah Abdeslam preparava novos ataques em Bruxelas. O suspeito pelos atentados de Paris que mantém a recusa em ser extraditado para França é interrogado esta quarta-feira por um juiz. A primeira noite foi passada na prisão alta segurança de Bruges.

  • Escola de Vagos castiga alunos por protesto contra a homofobia e preconceito

    País

    Os alunos da Escola Secundária de Vagos, no distrito de Aveiro, organizaram um protesto contra o que consideram homofobia e preconceito. Segunda-feira, depois de duas alunas se terem beijado foram chamadas à direção da escola, que as terá informado que não podiam beijar-se em público. O protesto foi gravado e partilhado nas redes sociais. Em declarações à SIC Notícias, um dos alunos disse que todos os envolvidos no protesto vão ser alvos de um processo disciplinar. O Bloco de Esquerda já pediu esclarecimentos ao Ministério da Educação.

    EXCLUSIVO

    Rita Pedras

  • Greve na Função Pública vai afetar escolas, saúde e cultura

    País

    A greve nacional convocada para sexta-feira pela Federação Nacional dos Sindicatos da Função Pública (FNSTFPS) deverá afetar as escolas, a área da saúde e ainda da cultura, entre outros serviços, afirmou esta quarta-feira a dirigente sindical, Ana Avoila.

  • Marcelo comenta comparação de Centeno a Ronaldo

    País

    O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, comentou esta quarta-feira a comparação que o ministro das Finanças alemão terá feito entre Mário Centeno e Ronaldo, considerando que "quem quer que disse isso, por uma vez não pensou mal".