sicnot

Perfil

Mundo

Decidido amanhã processo dos filhos de Savimbi contra Call of Duty

A justiça francesa toma amanhã uma decisão sobre o processo interposto pelos filhos de Jonas Savimbi ao editor do jogo Call of Duty.

1992 - Jonas Savimbi, dirigente da UNITA, aceita, em carta enviada ao secretário-geral da ONU, os resultados das eleições angolanas favoráveis ao MPLA.

1992 - Jonas Savimbi, dirigente da UNITA, aceita, em carta enviada ao secretário-geral da ONU, os resultados das eleições angolanas favoráveis ao MPLA.

AP Iamges

O falecido líder na UNITA surge como uma das personagens da edição de 2012 do jogo Call of Duty Black Ops 2. É um dos aliados dos heróis da história numa missão durante a guerra civil angolana em 1986, em que o ajuda a resgatar um agente da CIA que é feito prisioneiro na selva.

Os três filhos de Jonas Savimbi consideram que o pai é apresentado como um bárbaro. Por esta razão avançaram com um processo judicial por difamação em França contra a empresa norte-americana Activision Blizzard, responsável pela edição do jogo.

Os filhos exigem uma indemnização de um milhão de euros.

A empresa recusou as acusações, afirmando que o jogo representa Savimbi como um homem bom e como aquilo que ele era, uma figura histórica angolana: um chefe de guerrilha que combateu contra o MPLA.

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.