sicnot

Perfil

Mundo

Atentado suicida na cidade paquistanesa de Lahore mata 63 pessoas

Pelo menos 63 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas numa explosão hoje ocorrida em Lahore, a segunda maior cidade do Paquistão, segundo fontes locais.

© Mohsin Raza / Reuters

Fontes citadas pela agência noticiosa espanhola EFE referem pelo menos 63 mortos e 290 feridos.

O último balanço dava conta de 56 mortos e 200 feridos.

"Um suicida fez explodir as bombas que transportava no parque Gulshan-e-Iqbal, perto de uma zona infantil, por volta das 19:00 locais (15:00 de Lisboa)", disse um porta-voz da polícia local, Mohamed Salim.

Um porta-voz dos serviços de socorro de Lahore, Jam Sajjad, explicou, também em declarações à EFE, que o parque Gulshan-e-Iqbal tem uma área muito grande, com uma zona de atividades para crianças, e que na altura da explosão estava cheio de famílias que ali passavam o fim da tarde.

O governo da província de Punjab, em que Lahore (a segunda maior cidade do Paquistão) é a capital, informou na sua conta na rede social Twitter que declarou o estado de emergência em todos os hospitais da cidade e que decretou três dias de luto oficial.

Um alto responsável administrativo de Lahore, Muhammad Usman, afirmou, em declarações à agência noticiosa francesa AFP, que soldados foram destacados para o local.

"Pedimos a ajuda do exército. Os militares estão no local e estão a ajudar nas operações de socorro e na segurança", disse o responsável.

Lusa

  • Reclusos que fugiram de Caxias tiveram cúmplices
    1:59

    País

    Uma falha de Portugal poderá explicar a libertação de um dos dois chilenos que fugiram de Caxias e foram apanhados em Espanha. As autoridades portuguesas atrasaram-se a enviar o mandado de detenção e a polícia espanhola libertou o fugitivo. Na investigação da fuga, acredita-se que os 3 reclusos tiveram cúmplices e a namorada de um deles já foi interrogada.

  • Jovem indiano acorda a caminho do próprio funeral

    Mundo

    Um jovem indiano chocou os seus parente e amigos, depois de acordar no caminho para o seu próprio funeral. No mês antes, Kumar Marewad foi levado para o hospital após ser mordido por um cão de rua, ficando em estado grave.

  • Bilhete de desculpas valeu uma bolsa de estudo

    Mundo

    Um jovem chinês ganhou uma bolsa de estudos no valor de 10 mil yuan (cerca de 1.380 euros), depois de danificar acidentalmente um carro de luxo. Isto, porque após os estragos, o jovem deixou um bilhete de desculpas ao dono, assim como todo o dinheiro que tinha com ele, como compensação.