sicnot

Perfil

Mundo

Secretário-geral da ONU considera ataque suicída no Paquistão um ato abominável

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, condenou este domingo o atentado bombista que provocou 72 mortos e mais de 300 feridos no Paquistão, qualificando-o como um "abominável" ato de terrorismo.

Secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon

Secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon

© Muhammad Hamed / Reuters

"O secretário-geral condena veementemente o atentado bombista suicida de hoje no parque Gulshan-i-Iqbal na cidade paquistanesa de Lahore", afirmou o comunicado das Nações Unidas.

"O secretário-geral apelou para que os autores deste abominável ato terrorismo sejam levados rapidamente à justiça, em consonância com as obrigações de direitos humanos".

Pelo menos 65 pessoas morreram e mais de 300 ficaram feridas, especialmente mulheres e crianças, no atentado suicida que atingiu o parque público de Gulshan-e-Iqbal, com uma grande extensão e com uma zona de atividades para crianças, que é muito frequentado por famílias.

No parque, os cristãos estavam a celebrar a Páscoa.

O suicida entrou no parque e fez-se explodir perto da zona de jogos para crianças, pelo que a maior parte das vítimas são crianças e mulheres, explicou um responsável administrativo da cidade, Mohammad Usman, acrescentando que o balanço poderá agravar-se.

  • Primeiro-ministro hoje na cidade da Praia 

    País

    O primeiro-ministro, António Costa, está hoje em Cabo Verde para a a IV cimeira bilateral entre Portugal e aquele país africano, aproveitando a passagem pela cidade da Praia para inaugurar a escola portuguesa.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.