sicnot

Perfil

Mundo

Nem todos os cabelos crescem no espaço

Os astronautas enfrentam vários desafios para viver no espaço sem as comodidades que há na Terra, mas a falta de cabeleireiro não será uma das suas preocupações. É que o estudo aos cabelos de 10 astronautas que viveram na Estação Espacial Internacional revelou que o dos homens não cresce.

A astronauta da NASA Karen Nyberg durante a Expedition 36 mostra como lava o cabelo no espaço.

A astronauta da NASA Karen Nyberg durante a Expedition 36 mostra como lava o cabelo no espaço.

© NASA NASA / Reuters

Viver em gravidade zero altera os genes que estão programados para fazer o cabelo crescer, revelam os investigadores da Agência Japonesa para a Exploração Aeroespacial (JAXA), num estudo publicado na revista Public Library of Science One.

Há no entanto diferenças entre os cabelos masculinos e os femininos: "as alterações genéticas nos folículos variam de pessoa para pessoa", diz Masahiro Terada, um dos investigadores.

Oito homens e duas mulheres astronautas participaram no estudo. Retiraram fios de cabelo antes, durante e depois da estadia na Estação Espacial Internacional. A informação genética contida nos folículos mostra quais os genes que estão ativos.

De qualquer forma, os astronautas que estão vários meses a viver e a trabalhar na Estação têm de cortar de vez em quando o cabelo. Para isso têm um aspirador especial para que os cabelos cortados não voem por toda a Estação.

  • Vaca algarvia em risco de extinção
    3:42

    País

    É uma corrida contra o tempo e o risco iminente de extinção. Numa altura em que são conhecidos apenas cinco exemplares da raça bovina algarvia, a inseminação artificial parece ser a única forma de evitar o desaparecimento completo de uma raça que foi desaparecendo com as mudanças na agricultura.