sicnot

Perfil

Mundo

Partida de 1 de abril dá mau resultado para a Google

Esta sexta-feira, dia 1 de abril, a Google colocou no Gmail uma pequena partida que deu mau resultado e a empresa viu-se forçada a pedir desculpa.

A empresa colocou uma opção de envio de e-mails com uma imagem animada de um Minion a largar um microfone. Ao clicar na opção, o e-mail seguia com o boneco animado.

O problema? Muitos utilizadores carregaram na opção sem darem conta, enviando e-mails profissionais, por exemplo, com o dito boneco.

A brincadeira causou mais mal-estar que gargalhadas e a empresa já lamentou o incidente, com uma mensagem no seu blog, onde também informa os utilizadores que a opção já foi desativada.

  • Dia das mentiras (não) assinala o dia da morte do criador do Pinóquio
    3:55

    Mundo

    Hoje é o Dia das Mentiras, uma data que se celebra há várias décadas e que (não) serve para assinalar o dia da morte do criado da personagem Pinóquio. Algumas das mentiras mais ouvidas são por exemplo que a Muralha da China pode ser vista a olho nu a partir do espaço ou que o ser humano usa apenas 10% do cérebro. Foi feita uma lista dos maiores mentirosos de sempre que inclui empresários, políticos e desportistas.Atualização: não é a 1 de abril que assinala a morte do criador de Pinóquio, Carlo Collodi morreu a 26 de outubro de 1890, era esta a nossa "mentira".

  • Incêndios causaram 76 feridos no espaço de uma semana
    0:34

    País

    No espaço de uma semana, 76 pessoas ficaram feridas, incluindo seis com gravidade, durante os incêndios florestais. Na conferência de imprensa desta tarde, a Proteção Civil explicou que há cinco planos municipais de emergência ativos por causa das chamas.

  • Marine devolve bandeira do Japão 73 anos depois 
    2:13

    Mundo

    Setenta e três anos depois da batalha mais sangrenta do Pacífico, um veterano dos Estados Unidos cumpriu uma promessa pessoal. Marvin Strombo devolveu à família a bandeira da sorte de um soldado japonês, morto em 1944, em Saipan, na II Guerra Mundial. 

  • Autoridades usam elefantes para resgatar pessoas das cheias na Ásia
    1:31

    Mundo

    Mais de 215 pessoas morreram nas inundações que estão a devastar o centro da Ásia, e estima-se que três milhões tiveram de abandonar as casas. As autoridades estão a usar elefantes para resgatar locais e turistas das zonas mais afetadas e avisam que há dezenas de pessoas desaparecidas.