sicnot

Perfil

Mundo

Polícia venezuelana investiga assassínio de comerciante português

A polícia venezuelana iniciou as investigações para determinar as circunstâncias que envolveram o assassínio de um comerciante português de 50 anos, ocorrido na cidade de Barcelona, Estado de Anzoátegui, a 320 quilómetros a leste de Caracas.

© Carlos Garcia Rawlins / Reute

Segundo fontes policiais, o corpo do imigrante foi encontrado, na sexta-feira, dentro de uma banheira, na sua residência, em Los Mangles, Barcelona.

As investigações estão a ser realizadas pelo Corpo de Investigações Científica, Penais e Criminalísticas (Cicpc, antiga Polícia Técnica Judiciária).

Fontes não oficiais dão conta de que o imigrante poderá ter sido assassinado por dois indivíduos armados que teriam roubado a sua casa.

Também que, no momento do roubo, o cidadão português se encontrava acompanhado por um familiar que foi agredido, na cabeça, pelos assaltantes.

A insegurança é apontada pelos venezuelanos como uma das principais preocupações dos cidadãos, afetando por igual tanto nacionais como estrangeiros radicados no país.

Com frequência a população bloqueia estradas em protesto pela alta insegurança, assunto que ocupa diariamente várias páginas dos jornais venezuelanos.

Lusa

  • Família perde tudo na aldeia de Queirã
    2:32
  • Temperaturas sobem no fim de semana, risco de incêndio aumenta
    1:08

    País

    A chuva que caiu nos últimos dias não deverá ter impactos relevantes na dominuição da seca e, por isso, o risco de incêndios vai voltar a aumentar com nova subida das temperaturas. Os termómetros podem chegar aos 30 graus entre domingo e quarta-feira.

  • Não me parece o melhor princípio político, mas percebo que António Costa queira ter junto de si, sobretudo em tempos difíceis, os mais próximos. Os homens de confiança pessoal e política. Em plena tempestade, o primeiro-ministro chamou dois amigos de longa data, ex-colegas da Faculdade de Direito, Eduardo Cabrita e Pedro Siza Vieira. E eles não disseram que não.

    Bernardo Ferrão