sicnot

Perfil

Mundo

Chuva causa pelo menos 75 mortos no Paquistão

O número de mortos no Paquistão devido às chuvas nos últimos dias foi elevado para 75 e as autoridades continuam os trabalhos de resgate de 23 pessoas soterradas na província de Khyber Pakhtunkhwa, no noroeste do país.

Reuters

"Equipas de resgate chegaram hoje à área de Atror, onde na segunda-feira oito casas ficaram soterradas num deslizamento de terras e 23 pessoas continuam presas", disse à Efe o porta-voz da Autoridade de Gestão de Desastres da província de Khyber Pakhtunkhwa, Latif ur Rehman.

"Recuperámos sete cadáveres e temos poucas esperanças de encontrar pessoas com vida", explicou Rehman.

Em Khyber Pakhtunkhwa, a zona mais afetada pela chuva, 54 pessoas morreram na sequência de derrocadas de casas e de deslizamentos de terras.

Na vizinha região de Gilgit Baltistan morreram 12 pessoas e na Cachemira paquistanesa pelo menos oito pessoas perderam a vida durante o fim de semana.

As chuvas também afetaram o Afeganistão, onde foram contabilizados pelo menos 13 mortos.

As piores inundações da história do Paquistão ocorreram em 2010, após uma monção extraordinariamente intensa, que causou 2.000 mortos e mais de 20 milhões de afetados.

  • Benefícios fiscais trouxeram a Portugal 10 mil estrangeiros em 2015

    Economia

    Os benefícios fiscais em Portugal atraíram mais de 10 mil estrangeiros no ano passado. A maioria vem com o estatuto de residente não habitual, que dá isenção total de IRS aos reformados por dez anos e 20% de isenção no imposto para profissionais que estiverem ligados a atividades de valor acrescentado como Psicologia, Investigação ou Medicina.

  • Trump e os jornalistas: uma relação (su)rreal
    2:08
  • Novo campo de refugiados construído em Mossul

    Mundo

    Um novo campo de refugiados foi construído em Mossul, no Iraque. Com cerca de 4 mil tendas, foi construído durante 45 dias para albergar os deslocados que se prevê que aumentem com a atual ofensiva militar na zona ocidental da cidade.