sicnot

Perfil

Mundo

PSOE reitera que "acordo de governo é possível" mas "muito difícil"

O porta-voz parlamentar do PSOE, Antonio Hernando, manifestou hoje a vontade do seu partido de continuar a negociar um acordo de formação de governo em Espanha com os partidos Ciudadanos e Podemos, ressalvando que será "muito difícil, mas possível".

(Arquivo)

(Arquivo)

© Albert Gea / Reuters

Hernando, que falava no final de mais de duas horas de reunião entre as três forças - e já depois de Pablo Iglesias (Podemos) ter adiado a sua conferência de imprensa -, reafirmou a linha do seu partido: um acordo do PSOE apenas com o Ciudadnos soma 130 votos e com as forças de esquerda soma 161 votos. Ambas são insuficientes, realçou.

"Acreditamos que a única via possível é um projeto plural que junte as três forças políticas que representam a via da mudança. Ou seja, que reúna 199 deputados ou mais. Continuamos a acreditar que podemos alcançar um acordo, mas há muito trabalho pela frente", disse.

Ainda antes da presença de Hernando na sala de imprensa do Congresso dos Deputados, o vice-secretário-geral do Ciudadanos, José Manuel Villegas, tinha declarado que "nas atuais condições" um acordo com o Podemos "é impossível e inviável".

O Podemos, explicou Villegas, apresentou na reunião a três um documento com 20 propostas que visava substituir o acordo com mais de 200 medidas já assinado entre o Ciudadanos e o PSOE.

Villegas explicou que iria analisar as medidas do Podemos, "por uma questão de consideração", mas salientou que a ideia que o seu partido tinha era de que o partido de Iglesias se poderia juntar ao atual acordo e não acabar com ele e substituí-lo por outro.

Questionado sobre se o PSOE vai "rasgar" o acordo com o Ciudadanos para poder voltar a negociar a dois com o Podemos, Antonio Hernando rejeitou essa possibilidade.

"O acordo continua em vigor, não vamos rasgá-lo. Somos um partido sério e cumprimos com os nossos compromissos", sublinhou.

No entanto, Hernando ressalvou que o acordo com o Ciudadanos pode ser "complementado", "ampliado" e "melhorado" com novos contributos do Podemos.

Por isso mesmo, os socialistas vão "estudar com seriedade" e com "toda a vontade" o documento de 20 propostas entregue pelo Podemos.

Entre as 20 propostas consta uma que nem o PSOE, nem o Ciudadanos se mostram dispostos a aceitar, sob qualquer condição: dar o direito a decidir a algumas regiões autonómicas sobre uma eventual independência.

O PSOE, o Podemos e o Ciudadanos reuniram-se hoje, pela primeira vez a três, para tentar encontrar uma solução de governo em Espanha, mas as posições mantiveram-se afastadas quando lhes restam 25 dias para evitar novas eleições legislativas.

Os socialistas do PSOE, de Pedro Sánchez, (90 deputados) já têm um acordo com o Ciudadanos de Albert Rivera (centro-direita, 40 deputados) e ambos pretendem que o Podemos de Pablo Iglesias (69 deputados) também assine um documento que lista 200 medidas políticas baseadas nos programas das duas formações.

Lusa

  • Militar ferido com gravidade em acidente com Pandur
    1:19

    País

    O acidente em Vila Real que envolveu uma viatura militar fez três feridos. Uma das vítimas ficou em estado grave e teve de ser transportada de helicóptero para o Hospital Santo António do Porto. O militar ficou encarcerado no veículo blindado, o que dificultou os trabalhos de socorro.

  • Ricardo Salgado constituído arguido e interrogado no DCIAP
    2:46

    Operação Marquês

    O ex-presidente do BES está a ser ouvido no DCIAP, a responder às questões do procurador Rosário Teixeira e do inspetor da Autoridade Tributária Paulo Silva. Têm sido levantadas dúvidas quanto ao dinheiro em contas de Carlos Santos Silva, amigo de José Sócrates, e suspeita-se que grande parte desses 20 milhões de euros tenham vindo de sociedades com ligação ao grupo Espírito Santo.

  • Bebé nasce na Ucrânia com ADN de três pais

    Mundo

    Nasceu a 5 de janeiro, na Ucrânia, uma menina filha de um casal infértil graças à ajuda de uma nova técnica de fertilização in vitro, que conta com a colaboração de uma terceira pessoa. De acordo com o britânico The Times, os médicos utilizaram pela primeira vez um método denominado transferência pronuclear. Esta não é, contudo, a primeira vez que nasce um bebé com ADN de três progenitores.

  • CIA desvenda segredos de quase 50 anos de História

    Mundo

    A CIA publicou online quase 12 milhões de documentos confidenciais. Basta uma ligação à Internet para navegar por entre 50 anos de relatórios outrora secretos. Entre os milhões de páginas, estão documentos sobre um eventual assassínio de Fidel Castro, detalhes sobre os crimes de guerra nazis, relatórios sobre avistamentos de OVNI e um estudo sobre telepatia denominado "Projeto Star Gate".