sicnot

Perfil

Mundo

Duas pistolas de Simón Bolívar vendidas por 1,5 milhões de euros

Duas pistolas que pertenceram a Simón Bolívar, militar e líder político venezuelano do século XIX, foram vendidas hoje por 1,5 milhões de euros, num leilão em Nova Iorque, nos Estados Unidos.

Christie's Auctions

As armas foram os objetos vendidos a um preço mais elevado, muito embora a leiloeira Christie's tinha a expetativa de vendê-los por 2,1 milhões de euros.

A identidade do comprador não foi revelada.

As pistolas foram um presente do aristocrata e revolucionário francês Marie-Paul Joseph Gilbert Motier, marquês de Lafayette, considerado um herói da independência norte-americana.

Lafayette foi o primeiro proprietário destas pistolas, fabricadas em 1825, ano em que o marquês regressou aos Estados Unidos, depois de ter lutado na Guerra da Independência.

O aristocrata ofereceu as duas pistolas, fabricadas em Versalhes, França, ao libertador na independência latino-americana, Simón Bolívar, após os seus triunfos contra a colónia espanhola.

As pistolas, que ostentam símbolos da mitologia greco-romana, foram fabricadas por Nicolas Noël Boutet, que foi armeiro oficial do imperador francês Napoleão Bonaparte.

Lusa

  • O ensino à distância em Portugal
    4:12

    País

    Em Portugal, o ensino básico e secundário à distância já conta com 300 alunos e com a preciosa ajuda das novas tecnologias. É através do computador que a escola viaja e acompanha os alunos, alguns com doenças que não os permitem ir às aulas, outros que são atletas de alta competição e que têm a maior parte do tempo ocupado por treinos ou ainda os que fazem parte de famílias itenerantes, como é o caso dos que vivem no circo e andam de terra em terra.

  • Aprender a jogar badminton ao ritmo do samba
    2:54

    Mundo

    No Brasil, a correspondente da SIC foi conhecer um projeto social no Rio de Janeiro que mistura samba e desporto. Um desporto que ainda é pouco praticado mas que tem sido fundamental para transformar a vida de jovens das favelas e para descobrir novos talentos do badminton brasileiro.

    Correspondente SIC