sicnot

Perfil

Mundo

Duas pistolas de Simón Bolívar vendidas por 1,5 milhões de euros

Duas pistolas que pertenceram a Simón Bolívar, militar e líder político venezuelano do século XIX, foram vendidas hoje por 1,5 milhões de euros, num leilão em Nova Iorque, nos Estados Unidos.

Christie's Auctions

As armas foram os objetos vendidos a um preço mais elevado, muito embora a leiloeira Christie's tinha a expetativa de vendê-los por 2,1 milhões de euros.

A identidade do comprador não foi revelada.

As pistolas foram um presente do aristocrata e revolucionário francês Marie-Paul Joseph Gilbert Motier, marquês de Lafayette, considerado um herói da independência norte-americana.

Lafayette foi o primeiro proprietário destas pistolas, fabricadas em 1825, ano em que o marquês regressou aos Estados Unidos, depois de ter lutado na Guerra da Independência.

O aristocrata ofereceu as duas pistolas, fabricadas em Versalhes, França, ao libertador na independência latino-americana, Simón Bolívar, após os seus triunfos contra a colónia espanhola.

As pistolas, que ostentam símbolos da mitologia greco-romana, foram fabricadas por Nicolas Noël Boutet, que foi armeiro oficial do imperador francês Napoleão Bonaparte.

Lusa

  • As confissões de Sérgio Conceição: do futuro no FC Porto à zanga com Rui Vitória 
    43:14
  • Sabia que pode emprestar dinheiro a empresas e ganhar 7% em juros por ano?
    8:05
  • É desta que provam a existência do monstro de Loch Ness?

    Mundo

    Para muitos, o monstro de Loch Ness não passa de uma lenda. A verdade é que a existência ou não desta criatura mística continua a suscitar debates entre aqueles que acreditam e os cépticos. Uma equipa internacional de investigadores quer responder finalmente à questão através da recolha de ADN ambiental do Loch Ness, na Escócia.

    SIC