sicnot

Perfil

Mundo

Chimpanzé capturado após fugir de zoo no Japão

Chimpanzé capturado após fugir de zoo no Japão

Um chimpanzé que conseguir escapar de um zoológico no norte do Japão foi capturado depois de ter sido atingido por um dardo tranquilizante, caindo dos cabos de eletricidade onde estava pendurado. Pelo meio, o animal ainda tentou agredir o veterinário. O momento da captura foi testemunhado por muitos e registado em vídeo.

Chacha, um chimpanzé macho de 24 anos de idade, foi dado como desaparecido do Zoo de Yagiyama ontem de manhã. O primata foi visto por várias pessoas a vaguear nas ruas nos arredores.

Para capturar o animal, entretanto "cercado" quando estava pendurado num poste de eletricidade, as autoridades recorreram a uma plataforma elevatória e um veterinário usou uma arma tranquilizante. O tiro foi bem sucedido, mas Chacha ainda tentou ripostar.

Minutos depois, Chacha acabou por sacumbir ao efeito do traquilizante e caiu dos cabos onde estava pendurado, mas a queda foi amparada por funcionários do zoológico, preparados com redes e lencóis.

Apesar da queda, aparentemente doloroso, a imprensa local garante que Chacha está completamente recuperado.

  • Rui Santos revela novos e-mails que envolvem o Benfica
    1:52

    Desporto

    No programa da SIC Notícias Tempo Extra, Rui Santos revelou esta terça-feira que um blogue associado ao Benfica partilhou informação privilegiada da APAF (Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol) com várias figuras do clube da Luz.

  • O último adeus às vítimas da tragédia de Vila Nova da Rainha
    1:37

    País

    As cerimónias fúnebres das oito vítimas mortais do incêndio na Associação de Vila Nova da Rainha realizaram-se esta terça-feira. Três delas ocorreram em simultâneo na povoação do concelho de Tondela que, no passado sábado, viu a tragédia bater-lhe à porta.

  • Fóssil humano mais antigo encontrado em Portugal entregue ao Museu de Arqueologia
    3:42

    País

    O mais antigo fóssil humano até hoje encontrado em Portugal, o "Crânio da Aroeira", foi entregue no Museu Nacional de Arqueologia, em Lisboa. Em 2014, o fóssil foi encontrado pela equipa do arqueólogo João Zilhão perto de Torres Novas e foi restaurado e estudado na Universidade Complutense de Madrid, durante dois anos e meio.

  • De "lambe rabos" a "labrego", a polémica entre Rodolfo Reis e Bruno de Carvalho
    1:30
  • O Futuro Hoje na maior feira eletrónica de consumo do mundo
    5:14