sicnot

Perfil

Mundo

Sismo de 7,8 no Equador, pelo menos 77 mortos

Pelo menos 77 pessoas morreram e 588 ficaram feridas após um sismo de magnitude 7,8, na escala de Richter, que sacudiu o oeste do Equador.

twitter.com/heliosesteban

twitter.com/dapiced

USGC

Última atualização às 8:31

Subiu para 77 o número de vítimas mortais, segundo o último balanço oficial, avançado pelo vice-presidente do Equador.

O estado de emergência foi declarado, bem como o alerta de mobilização para manter a população afastada da costa marítima.

O terramoto, registado às 18:58 (00:58 em Lisboa), que teve o epicentro localizado a dez quilómetros de profundidade, ocorreu a cerca de 173 quilómetros da capital do Equador, Quito, e a apenas 28 quilómetros de Muisne, segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS).

O aeroporto de Manta foi forçado a encerrar após a queda de uma torre de controlo ter ferido um oficial da força aérea.

O Centro de Alerta de Tsunami do Pacífico chegou a emitir um alerta, entretanto reduzido à costa do Equador.

Com Lusa

  • Portugal vai fechar fronteiras durante a visita do Papa

    País

    O Conselho de Ministros aprovou hoje a reposição temporária do controlo de fronteiras durante a visita do papa Francisco em maio a Fátima. A reposição do controlo de fronteiras decorrerá entre 00:00 de 10 de maio e as 00:00 de 14 de maio.

  • "Civis devem ser prioridade absoluta no Iraque", diz Guterres

    Mundo

    O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, chegou hoje ao Iraque para abordar a situação da ajuda humanitária, e pediu que a proteção dos civis seja a "prioridade absoluta" à medida que as forças iraquianas batalham para retomar Mossul.

  • Fomos conhecer o novo Samsung S8
    1:42
  • E depois do Brexit?
    3:42
  • Britânicos a viver no Algarve falam em desilusão
    2:32

    Brexit

    Para muitos dos britânicos que vivem no Algarve, o Brexit é a confirmação de que o resultado surpreendente do referendo não tem retorno. Certificados de residência e até a dupla nacionalidade são questões que a partir de agora passam a estar em cima da mesa.