sicnot

Perfil

Mundo

Número de mortos no Equador sobe para 272

Até ao momento há 272 mortos e 2.068 feridos confirmados devido ao sismo que ocorreu no sábado, no Equador.

© Guillermo Granja / Reuters

O Presidente do Equador, Rafael Correa, informou no domingo que, até ao momento, há 272 mortos e 2.068 feridos confirmados em consequência do sismo de magnitude 7,8 ocorrido no sábado.

"Receio que estes números aumentem porque continuamos a remover os escombros", disse Rafael Correa, nas primeiras declarações após regressar de uma viagem à Europa onde participou num fórum académico organizado pelo Vaticano.

O número de réplicas do sismo de magnitude 7,8, que atingiu o Equador no sábado, chegou às 239, segundo informou o Instituto Geofísico da Escola Politécnica Nacional do país.

A réplica de maior magnitude registada no domingo alcançou os 5 graus e localizou-se a nordeste da localidade de Muisne, no sul da província costeira de Esmeraldas, disse à Efe Gabriela Ponce, chefe de turno do Instituto Geofísico da Escola Politécnica Nacional.

"As réplicas continuam e vão manter-se assim, não sabemos por quanto tempo nem com que magnitude", afirmou, ressalvando que têm diminuído de número e intensidade desde sábado.

Com Lusa

  • Marcelo saúda "forma rápida" como Conselho de Ministros "tratou de tudo"
    1:03

    País

    O Presidente da República lembra que é preciso convergência de forma a adotar rapidamente as medidas mais urgentes do plano de emergência. No concelho de Tábua, Marcelo Rebelo de Sousa destacou ainda os esforços do Conselho de Ministros, mas lembrou que as medidas anunciadas são apenas o início de um processo e não o fim.