sicnot

Perfil

Mundo

Número de mortos no Equador sobe para 272

Até ao momento há 272 mortos e 2.068 feridos confirmados devido ao sismo que ocorreu no sábado, no Equador.

© Guillermo Granja / Reuters

O Presidente do Equador, Rafael Correa, informou no domingo que, até ao momento, há 272 mortos e 2.068 feridos confirmados em consequência do sismo de magnitude 7,8 ocorrido no sábado.

"Receio que estes números aumentem porque continuamos a remover os escombros", disse Rafael Correa, nas primeiras declarações após regressar de uma viagem à Europa onde participou num fórum académico organizado pelo Vaticano.

O número de réplicas do sismo de magnitude 7,8, que atingiu o Equador no sábado, chegou às 239, segundo informou o Instituto Geofísico da Escola Politécnica Nacional do país.

A réplica de maior magnitude registada no domingo alcançou os 5 graus e localizou-se a nordeste da localidade de Muisne, no sul da província costeira de Esmeraldas, disse à Efe Gabriela Ponce, chefe de turno do Instituto Geofísico da Escola Politécnica Nacional.

"As réplicas continuam e vão manter-se assim, não sabemos por quanto tempo nem com que magnitude", afirmou, ressalvando que têm diminuído de número e intensidade desde sábado.

Com Lusa

  • Negligência é a principal causa dos incêndios
    1:32

    País

    A Polícia Judiciária deteve mais dois suspeitos de fogo posto este fim de semana. Ao todo já foram detidas pelo menos 99 pessoas pelas autoridades desde o início do ano, a maioria suspeitas de agirem intencionalmente. Mas desde 1 de janeiro até meados deste mês, dos 8 mil incêndios investigados pela GNR, mais de 3.300 tiveram causa negligente. 

  • Concentração de motos em Góis
    2:28

    País

    Durante este fim de semana, decorre uma das concentrações de motards mais concorridas do país. A organização esperava cerca de 20 mil visitantes em Góis.