sicnot

Perfil

Mundo

Sobem de tom protestos contra candidato presidencial filipino após "piada" sobre violação

O candidato presidencial filipino Rodrigo Duterte está a enfrentar uma "tempestade" de protestos, depois da publicação de um vídeo no qual faz uma "piada" sobre uma vítima de violação que foi assassinada.

reuters

No vídeo, vê-se Duterte e alguns apoiantes a falar sobre o caso da violação de uma mulher, por colegas da prisão, em 1989, quando ele era presidente da Câmara da cidade de Davao.

Duterte diz que a missionária era tão bonita que o "presidente da câmara devia ter sido o primeiro".

Um comentário que reflete a "falta de ajustamento à presidência" e a "falta de respeito pelas mulheres" do candidato, de acordo com o porta-voz do Presidente, Benigno Aquino.

O rival vice-presidente Jejomar Binay classifica os comentários de "revoltantes".

Já a Human Roghts Watch diz que os comentários "foram um apoio nojento da violência sexual", pelo que Duterte deveria ser fortemente condenado.

  • Abdeslam conhece hoje a sentença de um processo paralelo ao atentado de Paris
    1:14
  • Cão parcialmente cego e surdo salva criança na Austrália
    0:46
  • A festa de aniversário de Isabel II
    1:04